Terça, 4 de julho de 2017





Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu






Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.













GRACINHAS!!
DO VICE-PREFEITO DE PORTO
ALEGRE, GUSTAVO PAIM:

(No Facebook)
Olá meus queridos amigos de Porto Alegre!
Novidades por aqui!
Enquanto o prefeito Marchezan representa nossa cidade em Nice, na França, num evento internacional sobre smartcities, este que vos fala - Gustavo Paim - assume as funções de Chefe do Executivo da capital mais charmosa do Cone Sul. 
Resolvi me apoderar desta página para que vocês acompanhem o dia a dia do município
com muito mais carisma.
E sem despacito!


QUEM SERÁ QUE
VIAJOU COM O PREFEITO?







DOIS TEXTOS SOBRE O BRASIL



AS DIFERENÇAS E AS SEMELHANÇAS ENTRE
DOIS GOVERNOS NASCIDOS NO IMPEACHMENT




Escreve Carlos Wagner - carloswagner.jor.br/blog

Dois presidentes da República que assumiram o governo em situação semelhante tiveram destinos complemente diferentes: Itamar Franco (1992 a 1995) e Michel Temer, que é o atual ocupante do cargo. Itamar fez reformas que deram estabilidade econômica e política para o país, no caso do Plano Real. Temer está arrastando o país para um abismo econômico e político. Ele ostenta o título de ser o primeiro a ocupar o cargo denunciado por corrupção pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.
Antes de seguir o barco, eu chamo a atenção dos meus colegas repórteres, em especial dos novatos. Comparar os dois governos é uma maneira de facilitarmos ao nosso leitor o entendimento da complexidade da atual situação do Brasil, um país com 14 milhões de desempregados.
Os governos nasceram em berços semelhantes: no impeachment do presidente. Itamar Franco (falecido em 2011) era vice de Fernando Collor (PRN – AL) e o substituiu em 1992. Michel Temer era vice da Dilma Rousseff (PT – RS) e assumiu o cargo em 2016. Aqui começam as diferenças. Quando Itamar assumiu, havia uma unanimidade nacional, que era simbolizada pelo Movimento dos Caras-Pintadas, pela necessidade de afastar Collor e o seu grupo político do poder. Muito contribuiu para a unanimidade o envolvimento em falcatruas do tesoureiro da campanha do presidente Collor, o empresário Paulo César Farias, o PC Farias, assassinado em 1996, em uma praia de Alagoas. Até hoje não foi identificado o autor dos disparos. A denúncia das falcatruas foi feita pelo irmão do então presidente Pedro Collor (falecido em 1994).
Não há registro na história, pelo menos conhecido, de que Itamar Franco tenha conspirado contra Collor. O que existia era uma profunda diferença política entre os dois – Collor defendia as privatizações, e Itamar era contra, A diferença veio a público ainda durante a campanha. Por conta dessa diferença o fato de o então vice ter divulgado o seu ministério um mês antes de concluir o processo de impeachment foi considerado como normal dentro da conjuntura que existia entre os dois. A intenção de Itamar era formar um governo de coalizão com o  PMDB, o PSDB e o PT, partidos que formavam a oposição a Collor. No final, o PT ficou fora da coalizão.
No impeachment de Dilma, não houve unanimidade nacional: o país ficou dividido. A razão do impeachment foi o envolvimento do governo nas chamadas “pedaladas fiscais” – tomadas de empréstimo dos bancos estatais para tapar furos no orçamento sem autorização do Senado. E há fartos registros na história de conspiração.  Na ocasião, o grupo político de Temer viu a oportunidade de assumir o governo e conspirou contra a Dilma. Um dos pilares da conspiração foi um ataque contra a já combalida economia, com as famosas “pautas-bomba” – aprovação de projetos que aumentavam os gastos públicos – do então presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha (PMDB – RJ). Cunha foi cassado e hoje cumpre pena de 15 anos de cadeia, condenado pelo juiz Sérgio Moro, da Operação Lava Jato.
Também havia unanimidade nacional ao redor da principal bandeira do governo Itamar, que era acabar com a inflação na casa de mais de 1200% ao ano. O Plano Real – uma série de medidas econômicas – conseguiu resolver o problema, sem causar grandes traumas na sociedade. Temer assume com a bandeira de recolocar a economia nos trilhos para resolver o problema do desemprego, que é uma aspiração nacional. Propõe como solução uma série de reformas, entre elas a da Previdência Social e das Leis Trabalhista. As propostas de mudanças apresentadas pelo governo são polêmicas, e a maioria delas não tem o apoio da população.
Aqui acontece uma grande diferença entre os dois governos. Na época em que o grupo político de Itamar foi à luta para aprovar medidas econômicas que serviriam de base para o Plano Real, não existia a Operação Lava Jato. Os parlamentares estavam focados na luta política com a oposição. O grupo político de Temer foi à batalha para aprovar as reformas na era da Lava Jato. Com vários dos seus ministros e senadores e deputados federais da base de apoio citados nas delegações premiadas feitas à força-tarefa da Lava Jato por empresários, burocratas do governo, ex-ministros e ex-parlamentares. Dentro dessa conjuntura, podemos afirmar que não foi a oposição que parou  a tropa de choque do Temer.  A tropa de choque foi parada pelas ações da Lava Jato.
Um fator comum entre os dois presidentes. Temer, hoje, corre o risco de perder o seu cargo, como aconteceu com Itamar em 1994. Temer por ter sido encurralado pela delação premiada à Lava Jato do empresário Joesley Batista, um dos donos do JBS, que gravou uma conversa com o presidente negociando propina. O episódio é um dos pilares da denúncia de Janot. A marca dessa situação é o vídeo feito pela Polícia Federal (PF) de um assessor do presidente, o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB – PR) correndo por uma rua de São Paulo puxando uma mala com R$ 500 mil de propina, paga pela JBS.
O motivo pelo qual Itamar quase perdeu o cargo causou impacto na época. Ele foi fotografado no carnaval, em um camarote da Marques do Sapucaí, no Rio de Janeiro, ao lado da atriz Lilian Ramos. Ela estava sem calcinha e com a genitália desnuda. Esse acontecido não marcou a administração de Itamar. A marca da sua administração, que lhe garantiu um lugar na história do Brasil, foi ter domado a inflação, o que significou um ciclo de desenvolvimento que durou duas décadas. Temer tem a ambição de ser classificado com um presidente reformista na história do Brasil. O que já garantiu foi o lugar de ser o primeiro a ser denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) no exercício do cargo. A marca pessoal de Itamar era o topete no cabelo. A de Temer, de usar mesóclise nas suas conversas.

...

10 PONTOS FUNDAMENTAIS -
MEDITAÇÕES MUNDANAS




Escreve Glauco Fonseca - www.glaucofonseca.com.br


Fiz meditação avançada para tentar descobrir porque não me motivo a ir às ruas e contestar "tudo isto que está aí". E descobri várias coisas que se complementam e me preocuparam ainda mais.
1) Eu achava que o PT, Dilma e Lula eram o que podia nos ocorrer de pior. Até que descobri o PMDB, Temer, Aécio Neves e a enorme amplitude de suas quadrilhas;
2) Descobri que o PT roubava de tudo que é jeito porque os demais concordavam. E que roubavam junto, só que eu não sabia;
3) Descobri que um judiciário lento e precário é tão ruim ou pior do que um executivo contaminado e um legislativo imundo. Se há uma coisa pior do que um mau juiz, é um juiz sem compromisso com seu ofício. Dos corruptos nem preciso comentar.
4) O Supremo Tribunal Federal é a maior farsa deste país. Um colegiado onde participam Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Dias Tóffoli e o carequinha tucano, onde o relator da Lava-Jato fez campanha aberta por Dilma, onde um usa peruca e o outro é um "juiz de merda", não tem como funcionar senão como balcão de negócios penais de "alto" nível.
5) O mau uso da democracia pode ser observado com clareza absurda na América Latina. Chávez usou a democracia para corrompê-la e agora seu feto maldito usa as forças armadas para liquidá-la de vez. Já o Brasil, abusou da democracia para tungar o estado, para ampliar os feudos malignos e destruir a esperança de milhões. Por isto, não acho que o Brasil poderá ser uma Venezuela. Os bandidos de lá são muito mais fracos do que os bandidos daqui.
6) Os que pedem intervenção militar são apenas pessoas que já extrapolaram a seara da esperança. São pessoas como eu e você que acreditam que só uma entidade externa resolve o problema. Eu entendo os "intervencionistas", não concordo com eles, mas os respeito. Recomendo a todos que façam o mesmo: tenham respeito por irmãos brasileiros que pedem o outro extremo por causa de sua descrença no modelo atual. Eles tem direito de reivindicar.
7) Em relação ao que tratou o item anterior, lembro que tenhamos cuidado com o que queremos, pois podemos receber...Intervenção militar é algo duro e violento. O mundo vai rir ainda mais de nós. Outro detalhe: Quando terminará a tal intervenção? Haverá prisões, exílios, supressão de direitos e garantias? Cuidado com o que se pede...
8) Em 2018, será meu candidato alguém que nunca tenha sido eleito. Quer se livrar de raposas velhas e criadas? Pois vote em gente nova e dê chance aos novos (nada a ver com idade). Vou votar no presidente e no governador que NÃO tornar ministros ou secretários POLÍTICOS MANJADOS, nem tampouco retirá-los do Congresso ou das Assembleias. Ministros e secretários COM ALTO TEOR PROFISSIONAL, reconhecidos por sua competência e seriedade. Senão, NÃO.
9) MBL e outros movimentos acabaram quando vários de seus elementos passaram a ocupar boquinhas aqui ou acolá. Tudo bem, direito deles, liberdade e coisa e tal. Se eu soubesse que o compromisso deles era, de fato, com a missão personalíssima de arrumar emprego, eu teria pensado duas vezes antes de tirar fotos com a turma. Eu não sabia e peço desculpas, de minha parte.
10) Não. Ainda não desisti do meu país. Ainda sou brasileiro e não vou me curvar diante do monstruoso cenário que se criou - e eu também sou responsável por isto, como cidadão! - e também não vou para outro país que jamais será meu e de meus filhos. Aqui eu tenho o meu pendão da esperança e símbolo augusto da paz, mesmo que haja guerra.

...


Os quatro contra o Judiciário e o MP






NÃO ENTENDEU ESTE "AVISO"?



Muito simples.
Quer fazer um seguro do carro? Passa uma mensagem para seguroprevidi@gmail.com
que o pessoal da Simpala vai encontrar a melhor opção.
Vai renovar? Escreve para seguroprevidi@gmail.com citando o vencimento que se resolve rapidinho.
Informações?
Para tudo relativo a seguro, escreva para seguroprevidi@gmail.com






Conheci o Bolo em 1974. Ele era estudante de Medicina e eu tinha sofrido um grave acidente de carro. Bah, há 43 anos!
Desde então, nos tornamos amigos e vivemos todo tipo de alegrias e tristezas.
Ah, sim, Bolo é o médico traumatologista Clodoaldo Efrain Ortega Pinilla, o Doutor Central, um panamenho com pinta de invocado, mas que já resolveu casos de "osso quebrado" de meia Porto Alegre, sem distinção de classes - dos bandidos do Presídio Central as dondocas da "alta sociedade". Em algumas matérias que fiz sobre ele, sempre o tratei de Patch Adams de Porto Alegre.
Do Pronto Socorro de Porto Alegre ele já se aposentou.
Hoje, ele é homenageado porque depois de 37 anos está se aposentando no Presídio Central - a maioria desse tempo sendo o único médico para atender todos os presidiários. A homenagem vai ser no Galpão da Cadeia Pública, às 19h30min, com um jantar oferecido Secretaria da Segurança Pública e pela direção da instituição.
Agora, vai atender apenas em seu consultório.
...
Pra variar, o Renato Dornelles fez uma baita matéria sobre o Bolo, publicada no Zero Hora de ontem:
"Doutor Central: conheça as histórias do médico que passou 37 anos trabalhando na maior prisão do RS".
...
Sempre "nos prestigiamos" - eu vou em todas as homenagens que recebe (lá em cima é a foto de uma delas) e ele vai a todos os lançamentos dos meus livros.
Abaixo, Bolo, o engenheiro Luiz Dahem,ao telefone, e o advogado e escritor Leo Iolovitch.





-



"A CARA DO TEU INVERNO" - Está no ar a nova campanha institucional no SBT RS. “A cara do teu inverno” vai ao ar em julho, com reportagens especiais no SBT Rio Grande, no SBT Rio Grande 2ª edição e nos programas locais de entretenimento da emissora, contando histórias de pessoas que moram na rua e o que fazem para enfrentar o frio, comidas e bebidas típicas da estação, além de dicas culturais de como aproveitar o clima e muito mais.
Para o editor regional da emissora, “o mais importante desta campanha é mostrar como nós gaúchos encaramos, aproveitamos, curtimos e vivemos o nosso inverno”, comenta Danilo Teixeira.
E ainda, além da campanha na programação da emissora também será realizada uma ação institucional para encerrar mais essa iniciativa do SBT RS. No dia, será realizada no parque da Redenção, em Porto Alegre, a partir das 15 horas, o “Bergaday- a maior lagarteada do mundo”. No evento, o público poderá receber bergamotas em troca de doação de agasalhos, além disso os telespectadores poderão interagir com o elenco do SBT RS, que estará presente no para promover essa ação social da emissora.
“Essa é a segunda campanha institucional da emissora só esse ano. Isso mostra que o SBT RS quer se aproximar cada vez mais do público através de eventos e ações voltados aos telespectadores. E ainda, adianto que teremos uma ação especial no mês de outubro”, conclui Clayton Yukio, diretor dos programas Masbah! e Anonymus Gourmet, além de um dos responsáveis pela campanha.
Mais informações sobre a campanha “A cara do teu inverno” e o “Bergaday – a maior lagarteada do mundo” nas páginas oficiais da emissora, no facebook.com/sbtrsoficial e twitter @sbtrs.


-



SALA DE REDAÇÃO E LEITORES PELO MUNDO - Sempre achei muito legal quando o apresentador Pedro Ernesto, do Sala de Redação, comentava as mensagens que recebia de ouvintes de todas as partes do mundo.

Cid Pinheiro Cabral, Professor Ruy, Seu Rolla,
Enio Mello, Paulo Pagodinho,
João Nassif e Kenny Braga
Faz anos que não acompanho o programa. Por dois motivos: por não ter mais paciência com futebol e as constantes roubalheiras e a chatice de alguns participantes. Sou do tempo do Cândido Norberto, Ibsen Pinheiro, Oswaldo Rolla, Professor Ruy, Renato Marsiglia, Enio Mello, Paulo Bráulio Saldanha, Lauro Quadros, Paulo Sant'Ana, Cid Pinheiro Cabral - é os que lembro agora.
...
Neste final de semana conversei pelo Messenger com o Fernando SM, que mora na Irlanda há um bom tempo, mas está sempre atento para as coisas de Porto Alegre.
Lá pelas tantas, ele escreve:

"Prévidi, sei que não é tua área jornalismo esportivo, mas lá vai. Eu saio do trabalho 17h, 17h15 aqui na Irlanda. Sempre ligo o telefone no aux. do carro e vou ouvindo o Sala de Redação. Aliás, ia. Larguei.
Podia ser uma mala, mas o Paulo Pagodinho faz muita falta. O resto então nem se fala. Como comparar um Duda Garbi com Ruy Carlos Ostermann, que era um intelectual, um homem de cultura.
Ou este e001. Fico pensando, era o programa do Cândido Norberto, do Cid Pinheiro Cabral, do Ruy, do Lauro. Até o Kenny Braga é um homem de literatura, um poeta, escritor, cronista. Sobrou um festival de adolescentes abobados, fazendo chacrinha."

O Fernando continua:

"Ouvi dois dias esse e001. Agora, vou pra casa ouvindo as notícias da BBC Northern Ireland, RTE (A rádio/TV pública da Irlanda, a BBC deles) ou até boto na Jovem Pan. Desisti, não dá. Virou uma palhaçada. Aquele Duda Garbi se refere aos participantes do programa como "meu", "cara" e "velho". Uma esculhambação."


-





-





-



ESCOLHA E PEÇA






-


DO TEMPO DA TV TUPI - Escreve o João Paulo da Fontoura:
Sábado, às 16h30 ajeitei-me para assistir ao jogo do meu Inter. Não sei o que me deixou mais p* da vida, se o vexame colorado (mais uma vez) ou a coisa da transmissão da RedeTV. Acho que essa rede de TV usa esquipamentos sucateados da antiga TV Tupi, ou quem sabe da Manchete. Em tempos de TV HD, esses cara estão na fase da TV à manivela! Um horror, ou melhor, dois horrores, pois o meu Inter... 


-


FIZERAM UMA BAITA ONDA - Mas a Câmara de Vereadores de Porto Alegre aprovou - 26 votos favoráveis e três contrários - o Projeto de Lei de autoria da vereadora Mônica Leal (PP) que concede o título de Cidadão de Porto Alegre ao general Sergio Etchegoyen.
Membro do Alto Comando do Exército foi convidado para chefiar o Gabinete de Segurança Institucional, função ministerial, por sua experiência em Defesa e Segurança, cargo que ocupa até hoje.


-


GAUCHADA ADORA UM PICARETA QUE OSTENTE -  É maravilhosa a história que o blogueiro Chico Pereira conta sobre o empresário Louruval Rodrigues, do M. Grupo, e alguns babaquaras de Gravataí.
Um trecho do post:

Andavam de limusine na cidade e o filho pagava rodadas de espumante Veuve Clicquot, chegando a passar o cartão pagando 80, 90 mil reais por noite, cada dia apresentava um carro importado, mais cinco, seis carros importados na garagem, cada um valendo mais de um milhão de reais. Quando o Dr. Lourival chegava no centro de Gravataí, na prefeitura, parecia um Deus de tantos puxa-sacos e mordedores fazendo sala e as honras da cidade. 

Leia tudo:
http://blogdochicopereira.com/web/apos-leilao-sem-lance-empresa-investira-r-10-milhoes-em-shopping-de-gravatai/


-


SÉRIO? - Louco para ver as fotos do Magistrado Júnior em Paris e Nice.
Quem o acompanhou?



-






-


SOBRE CONTRATAÇÕES NA FUNDAÇÃO EXTINTA - Perfeito!



-


UMA RÁDIO QUE NÃO TEM REPÓRTER ENCHENDO O SACO COM "DEMANDA" E "É COMPLICADO" - Vai lá!!

www.rogeriomendelski.com.br

 



-


DIRETO DA CÂMARA DE VEREADORES DE PORTO ALEGRE

Cece visita secretário de Infraestrutura e Mobilidade





-



piadinha



Ao sair do trabalho, o cara vê um carro passando. Pela janela, o motorista grita:
- Fala, Geraldo corno manso!
O sujeito finge que não é com ele e segue seu caminho. No dia seguinte, mesma coisa:
- E daí, Geraldo corno manso!
O cara fica desconfiado, mas vai embora sem reclamar. No terceiro dia, repete-se a cena:
- Grande Geraldo corno manso!
Indignado, ele chega em casa e diz pra mulher o que está havendo. Ela o tranquiliza, falando que deve ser algum engraçadinho. Mas no quarto dia...
- Geraldo, além de corno manso, tu é um baita dum fofoqueiro!!!


3 comentários:

  1. "Descobri que o PT roubava de tudo que é jeito porque os demais concordavam. E que roubavam junto, só que eu não sabia;"

    MBL e outros movimentos acabaram quando vários de seus elementos passaram a ocupar boquinhas aqui ou acolá. Tudo bem, direito deles, liberdade e coisa e tal. Se eu soubesse que o compromisso deles era, de fato, com a missão personalíssima de arrumar emprego, eu teria pensado duas vezes antes de tirar fotos com a turma. Eu não sabia e peço desculpas, de minha parte."

    Lembrei de um personagem do Chico Anysio que falava "QUE INGENUIDADE"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não conheço ninguém mais ingênuo, mais patético e mais envergonhado do que os protagonistas e simpatizantes da esquerda brasileira. Não se concebia que o petismo viraria sinônimo de organização criminosa, não se imaginava que Lula iria parar na cadeia por corrupção e jamais alguém imaginou que o país seria destruído por aqueles que juravam que estavam ao lado do bem.
      Quanto aos movimentos tipo MBL e congêneres, lamentavelmente sucumbiram ao canto das sereias do poder. O mesmo aconteceu com o petismo e agora ambos estão muito próximos, no fundo do poço.
      Vivendo e aprendendo. Eu faço minha parte e aprendo.

      Excluir
  2. Get all the best alcoholic drinks at Duty Free Depot!

    All the world famous brand name beverages for unbeatable discounted prices.

    ResponderExcluir