Sexta, 28 de junho de 2013 - parte 4

URGENTE!! URGENTE!! URGENTE!!

No site/"portal" de um dos 5 melhores jornais do Universo!!
Está lá, é só conferir!!
http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/

GENTE

Sexta, 28 de junho de 2013 - parte 3

AÇORIANEIDADE

João Paulo da Fontoura / escritor diletante do livro "Dai Velas Aos Largos Ventos"

Teremos aqui na cidade a EXPOTAQUARI 2013, com vários eventos e com duração de uma semana. Entre os  eventos, terei uma data para palestrar sobre o meu livro " Dai Velas Aos Largos Ventos" e sobre AÇORIANEIDADE. Também palestrarei na 1ª CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE CULTURA ,no dia 10 de julho, sobre o mesmo tema. 
Como o tema Açorianeidade, mesmo para mim, um apaixonado pela cultura Açoriana, era desconhecido, tive de fazer uma imersão nos livros. Aproveitei e, para fixar bem o conceito, acabei por escrever um texto.

Para os ilhéus açorianos, “açorianeidade” é algo bem claro, bem definido, bem presente. Nasce no ventre de qualquer mulher açoriana; é algo que não se compra, nem se vende; que nasce e morre com o ilhéu. Está intrinsicamente ligado a esse povo que se habituou a ter como irmã a Natureza, a respeitar o tremer da terra sem fugir do seu gemido, que escuta o mar como fonte de sabedoria, que tem como fronteira o mundo, que da lava emergida das entranhas da terra revoltada construiu a geologia da sua vida, que tem a alma dividida entre os Açores e suas comunidades, e, sobretudo, que cultua seus poetas, seus cantares, suas festas e suas tradições.

A principal festa deste povo, sem a menor dúvida, é a Festa do Divino Espírito Santo, que ocorre sempre no sétimo domingo após a Pascoa. É uma das festas mais importante para os açorianos; é parte integrante da alma destes ilhéus. É um evento tão significativo, que não se restringe a somente às nove parcelas do arquipélago. Espraia-se pelas mais variadas geografias do mundo (Brasil, Uruguai, Canadá, Estados Unidos e outros), onde a diáspora açoriana ocorreu. Aqui no Brasil ela é festejada em vários locais; é mais forte no Maranhão, onde, em 1619, ocorreu a primeira entrada de um grupo de açorianos em nosso solo. Foram 300 os casais que ali se estabeleceram logo após a expulsão dos franceses. Esses açorianos trouxeram consigo essa forte tradição religiosa que continua viva e presente até os dias atuais.

Antes de seguirmos, é importante destacar um personagem singular na prosa e no verso açoriano do século passado, ainda muito presente na mente e no coração do seu povo: Vitorino Nemésio Mendes Pinheiro da Silva.

Foi esse agitador cultural, que, pelas páginas da revista Ínsula – em 1927 – cria e lança o termo “açorianeidade”. Cedo, tem consciência de uma literatura de temática açoriana. Sugere-a em 1923 numa entrevista ao Diário dos Açores. Nascido em 1901, passeia, em termos culturais e criativos, por sua ilha mãe, por Portugal, pela França e também pelo nosso país, onde publica seus trabalhos e leciona em Universidades no Rio, na Bahia e em Recife. O maior nome da cultura açoriana morre em 1978.

Hoje, os líderes açorianos das ilhas (historiadores, políticos, jornalistas) estão muito preocupados com o crescente esvaziamento da prática da “açorianeidade”.

A indignação é tão grande que, pouco tempo atrás, o ex-governador Regional dos Açores, Sr. Carlos César, cometeu um acre discurso proclamando um desafio à reflexão. Eles levam tão a sério estas questões que um jornalista local, a respeito dos desvios e propósitos da festa maior, disse: “Com todo este despudor perante a nossa realidade e a nossa existência, muito em breve os Açores irão estar a comemorar o Espírito Santo com Leitão à Bairrada, Tripas à moda do Porto, Sopa de Cação ou até mesmo uma chanfana.”

(E, meus amigos, pensar que aqui em nosso Brasil, nós festejamos a nossa festa maior, o Natal, sem que ninguém dê a menor bola para o sentido espiritual da data. Pra nós, uma imensa maioria, natal é presentes e um jantar diferente, só!)

O termo, pensam estes líderes, não pode ser somente um conceito vazio, desconectado das práticas históricas. Tem que ser algo prático que tenha conexão permanente com as populações das ilhas e com as comunidades alhures.

Mas, saindo das ilhas e vindo para a nossa realidade aqui de Taquari, que fizemos nós em termos de “açorianeidade”? Tirante o nosso belo e já tradicional Natal Açoriano, quase nada, afirmo eu. Há alguns espasmos em termos de eventuais apresentações de grupos de danças ou semelhantes. Também temos um jornal, uma rádio e um grupo de Motoqueiros que usam “Açoriano” como titulação. Convenhamos, é pouco. Creio, romanticamente (não tenho a caneta, nem dinheiro), que mais coisas possam ser feitas. Pelo que entendo por tudo que li, há espaço e boa-vontade para intercâmbios culturais e artísticos por parte do governo Regional dos Açores. É obvio que eles, como nós, não tem orçamento para gastos exagerados; mas, penso, estas coisas não são tão dispendiosas.

Finalizando, coisas que podemos fazer para incrementar nossa “Açorianeidade” e que não são caras:

   - criação de grupo de danças açorianas, permanente;

   - Criação de um instituto cultural Açoriano;

   - A elevação da Festa do Divino Espirito Santo como uma festa municipal, seguindo o exemplo de São Luís do Maranhão, onde há desfiles, bandeiras, etc.

   - Intercambio cultural entre Açores / Taquari.

Sexta, 28 de junho de 2013 - parte 2

TÔ LEVANDO FÉ NA GUAÍBA!!

Ontem, o diretor da Rádio Guaíba, Maurício Albuquerque, trouxe uns convidados do Grupo Record, de São Paulo, para bater um papo com os funcionários.
Brinquei:
GRANDE EXPECTATIVA!!
SERÁ QUE É PARA APAGAR A LUZ?
Aí um leitor ponderou:
Se é para apagar a luz, vão se reunir no Hotel Plaza São Rafael?
Nos dedos.
--
Olha, soube hoje que a direção da Guaíba está com a corda toda.
Falaram em mais investimentos e o que é melhor: Vão apostar na Rádio Guaíba, a original, aquela que sempre teve uma grande credibilidade. Nada de aventuras que tentaram anteriormente, como "programas populares".
--
Sou um otimista.
Acredito na "refundação" da Rádio Guaíba!!



Sexta, 28 de junho de 2013

PERFEITO PARA FIM DE SEMANA

O livro NA NUVEM, do advogado Léo Iolovitch, é um dos melhores projetos de internet que vi neste ano. Totalmente virtual e composto de textos com música.
Basta ligar o som e clicar no link para ler e ouvir.
Tem uma história do Ray Charles na Cidade Baixa que é maravilhosa.
http://www.olivronanuvem.com.br/site/aconteceu-na-cidade-baixa.html
--
Outras:
GUARULHOS CASABLANCA
http://www.olivronanuvem.com.br/site/guarulhos-casablanca.html

O PRÓXIMO
http://www.olivronanuvem.com.br/site/o-proximo.html

BAR E ARMAZEM TIMBAÚVA
http://www.olivronanuvem.com.br/site/bar-e-armazem-timbauva.html

HAMLET NA VIRILHA
http://www.olivronanuvem.com.br/site/hamlet.html

TATUZINHO
http://www.olivronanuvem.com.br/site/tatuzinho.html
-----

IMPRESSIONANTE!!

Fico sabendo agora, na Rádio Gaúcha, que as bolsas asiáticas fecharam em alta.
BAH!!
-----

GREVE GERAL VIA FACEBOOK??

O negócio virou brincadeira.
-----

PERFEITO

Leandro Olegário, via FB:
CINCO VERDADES QUE ADORARIA QUE FOSSEM MENTIRA:
1-Quatro cavalos da Brigada Militar foram sacrificados porque tiveram as patas quebradas, ao serem atingidas por boleadeiras artesanais, durante os protestos de segunda-feira em Porto Alegre.
2-Coxinha é acreditar que as redes sociais representam a realidade brasileira ou a maioria, já que 120 milhões de brasileiros não tem acesso diário à internet.
3-A mudança no país do carnaval não começa com o uso de máscara.
4-Ao invés de se dedicar a identificar excessos da polícia nas manifestações, a Defensoria Pública poderia fazer um mutirão na porta dos hospitais do SUS e ajudar a população a conseguir leitos e medicamentos.
5-Se você não gosta de um veículo de comunicação, a melhor coisa a fazer é não consumir a informação dele. Se o conteúdo é um produto, valorize o seu poder de compra, inteligência e qualidade.
-----

MARIDO NOTA 10

No http://piadinhas-do-dia.blogspot.com.br
-----

AS "MANIFESTAÇÕES"

Ruy Gessinger:
Como já disse, tive participação nos movimentos estudantis e, depois, já juiz, participei do lendário comício das Diretas Já.
Nós nunca quebramos nada.
Ao contrário, alguns de nós tiveram as cabeças quebradas.
Tá, mas isso já passou.
Lendo a post do Previdi de hoje, resolvi, antes de ir ao escritório, dar uma volteada aqui no Centro.
Nosssaaa. Tudo cheio de tapumes. Na Jerônimo Coelho, entre a Matriz e a Borges, várias vitrines de pequenos negócios QUEBRADAS. ATÉ PORTAS DE ENTRADA DE EDIFÍCIOS RESIDENCIAIS.
Senhoras donas de uma lojinha de presentes, inconsoláveis.
Então eu acho o seguinte: a coisa desvirtuou.
Os " pacíficos" tem que se lembrar que seus convidados, os " bondes", já são seus sócios majoritários.
Acho melhor deixar agora só os arruaceiros na passeata.
Uma vez recolhidos ao Presídio Central, a gente conversêmo de novo.
-----

CP COPIA A ZH

Do publicitário André Martins:
Não tem jeito. Não é só a ZH. Olha o Correio do Povo.
Manchete: 
Confusão termina em feridos e prisões
Não bastasse essa aula de objetividade, aí vem a legenda: 
Pela quinta vez em 14 dias, protesto começa pacífico, mas acaba gerando tumulto
O protesto gerou o tumulto?
-----

PERFEITO PARA FIM DE SEMANA - 2

Passa na Banca da República, esquina da avenida João Pessoa com a rua da República.
Pede para o dono, o Fausto, um cara muito legal, apesar de paulista, corintiano e petista (hahaha!!!) e pede os livros de Piadinhas do Prévidi. Tem os três.
De quebra também está lá o Apaixonados por Porto Alegre - Personagens do Centro.
-----

SOS ANIMAIS

João-Francisco Rogowski:
Amigão Prévidi, convido-o a somar esforços na defesa de animais maltratados em Caxias do Sul. Um já morreu. Em 24/6 comuniquei ao Batalhão Ambiental da Brigada Militar, Policia Civil e outros, pelo twitter [https://twitter.com/dr_rogowski], mas até agora neca de pitibiriba. Mais detalhes e localização dos animais em: http://rogowskiblog.tumblr.com
-----

A SAT FECHOU, MESMO

No www.litoralnorters.com

Bom Dia!! Sexta, 28 de junho de 2013

AGORA CHEGA!!

A sugestão do título é do jornalista Flávio Dutra.
Deu pra bolinha.
Chega de "manifestações pacíficas". Aí os "vândalos" vão ficar em seus bairros/vilas, nada de "depredações".
--
Na quinta, dia 20, conseguiram juntar 30 mil e no máximo 200 bandidos.
Na segunda passada, não chegou a 4 mil. Os bandidos passaram dos 500.
Ontem, quinta. 3 mil, por aí. Os bandidos devem ter chegado a 800.
Aí estão falando que vai ter outra "manifestação" na segunda, dia 1º.
Tenho certeza de que vai ter mais bandido do que "manifestante".
--
Ontem, depois que terminou a festa na praça da Matriz, claro, vieram para a Cidade Baixa. Aliás, por que eles não vão para os bairros/vilas de origem? Por que não fazem uma grande manifestação na Restinga? Ou mesmo ali, na rótula do Papa? No Parcão, quem sabe?
Voltando.
Está muito chato morar na Cidade Baixa. Na minha rua não tinha um carro estacionado. Depois da 19 horas, não tinha uma viva alma nas calçadas. Lá pelas tantas, começou uma baderna na avenida João Pessoa. Uns tentaram entrar na rua da República, mas a maioria caminhou pela própria João Pessoa. Interessante. Muita, muita gurizada com a cara tapada. Uma fedelha, com uma longa cabeleira bem tratada, bem arrumada, de cara tapada e uma garrada de vinho vazia na mão (certamente não tratava-se de um consolo).
A minha vizinha, Nelci Guadagnin, conta que na rua João Alfredo, muita gente com barras de ferro na mão, para proteger o que é seu. E não apareceram os bandidos!
--
Ouvi que quebraram carros nas ruas do Centro.
Pô, os caras sabiam que os bandidos iriam estar no Centro e deixaram os carros na rua? Ah, não tem estacionamento? Porra, estaciona no Campo da Tuca, na Conceição, em qualquer vila, que os bandidos estão no Centro e na Cidade Baixa!!
--
CHEGA DE PROTESTO!!
--
Recebo agora de manhã do Lucio Carvalho:

Notícias fantasmagóricas sobre o #protestopoa
O estadista Tarso Genro anuncia à Brigada Militar medidas para proteção dos moradores da Cidade Baixa. Fica instituido o vale-taco-de-beisebol e aulas expressas com vídeos do Chuck Norris. Os gaúchos mais antigos estão livres para ir logo aos facões.
Tarso ainda disse estar perplexo pela rápida movimentação dos bondes. Fortunati diz que a EPTC não sabe das rotas destes meios de transporte. E a Brigada Militar usa os mesmos mapas de sempre, rumo ao Largo Zumbi dos Palmares, onde o povo está apenas conversando. O pau come.
Enquanto isso, os vândalos - iluminados pelos fachos de luz dos helicópteros que sobrevoam o lugar - usam os mesmos mapas pelos quais os escravos negros fugiam no passado, evadindo-se ao sul. A Brigada não os bloqueia por ali, mas eles não tentam avançar à várzea, digo, ao Parque da Redenção e acima dela. A notícia é preocupante. Os moradores foram bem sucedidos na sua iniciativa. Os demais usam água e sabonete em suas extremidades. Não se pode ver sua expressão.
Os jornais locais não dispõem de tecnologia para registrar essas coisas. Nos centros espíritas e terreiros, um ectoplasma vindo do Centro Histórico, de um edifício de 3 andares, projeta-se para a Riachuelo e volta logo para dentro. É o Barão de Itararé. Ele emite uma mensagem expressa aos médiuns. "Essa guerra não é minha. Vão dormir!"
Sem o RBS Cop por perto, os residentes conseguem esse feito. Videntes de outras correntes espirituais, twitteiros e jornalistas procuram anunciar os próximos fatos, mas os fatos foram/serão corrompidos pela própria História e também vão dormir. Só a História não dorme. Nem com Rivotril.
--
AGORA CHEGA!!

Quinta, 27 de junho de 2013 - parte 4

BANANÃO URGENTE!!
MAIS UM ESCÂNDALO!!

Do jornalista Emanuel Mattos, via Facebook:
Hoje, 26/06/2013, o Diário Oficial da União (DOU) trouxe a Resolução nº 457 do Conselho Nacional do Meio Ambiente, presidido pela Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira. Essa resolução representa um dos maiores retrocessos da história ambiental brasileira.

Fica autorizado, oficialmente, cada cidadão brasileiro ter legalmente a posse e a propriedade de até 10 (DEZ!) animais de origem ilegal.

Confira a Resolução no DOU - http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=26%2F06%2F2013&jornal=1&pagina=96&totalArquivos=120

http://blogs.estadao.com.br/dener-giovanini/em-26062013-o-conama-e-a-ministra-do-meio-ambiente-izabella-teixeira-tornam-se-oficialmente-os-maiores-inimigos-da-fauna-silvestre-brasileira/

Crédito: fanpage "Horta Urbana".


Quinta, 27 de junho de 2013 - parte 3

OS TAIS

Lucio Carvalho*

Nos últimos dias tenho pensado muito nos meus conterrâneos gaúchos. Melhor, em seus ancestrais. Penso que não é digno - se houver um plano além - que eles possam ver seus descendentes borrados de medo. Dizendo que não aguentam mais a baderna, que durou não mais que 4 dias em duas semanas e rendeu até agora algum dano e prejuízo material endereçado quase que exclusivamente ao Estado e a algumas instituições financeiras, tirando-se outros deslizes lamentáveis, mas não insuportáveis, vamos com calma... Estou falando daquelas pessoas que, defendendo interesses que nãos os seus próprios, encararam coisas tremendas no passado, como a degola criolla, cargas de cavalaria, ditadores científicos como Julio de Castilhos, imperialistas aristocratas como Silveira Martins e uma série interminável de caudilhos e revoltas locais.
Essas coisas não aconteceram num prazo menor do que meses a fio, anos a fio, através das gerações em muitos casos. Isso para a riqueza de alguns poucos e a desgraça de muitos.

Essas coisas aconteceram em 1835, 1893, 1923 e 1930. Nesse meio tempo, uma guerra mundial e, desde lá, outra guerra mundial e um golpe de estado. E também um episódio chamado a "legalidade", um foco de resistência isolado ao golpe contra o presidente João Goulart, liderado pelo ex-governador Leonel Brizola.

Esses antepassados suportaram receber notícias por chasque (um tipo de mensageiro a cavalo), rádio e por jornais dominados sempre por grupos nitidamente econômico-políticos: trata-se de uma característica bem antiga do que hoje denominamos grande mídia, ou PIG. Havia também algumas pessoas que, respeitosamente, passaram a debochar do poder. O mais célebre foi o Sr. Apparicio Torelly, o famoso Barão de Itararé, mas parece que ele não foi o único. O barão morou em muitos lugares e, aparentemente, sempre meio "fora da casinha", para usar um termo local. Foi ele que organizou uma passeata com rolhas à boca, na época em que era chamado de anarquista e em que as pessoas sabiam reconhecer o ridículo do irreverente. Mais sábio e mais velho, dedicou-se à astronomia. Os assuntos terrenos haviam exaurido sua energia.

Esses antepassados, assim como os antepassados de todos os povos que privaram-se de coisas mais sérias que tolices e vaidades pessoais, devem neste momento estar corando por nós. Sim, corando. Não confundir com orando. Nós estamos hoje abdicando do poder pela ordem, cerceando uns aos outros, duvidando uns das intenções dos outros, parece até que há gás lacrimogêneo entre nós, mesmo quando não estamos nas ruas. Embora não faltem candidatos, será mesmo que precisamos de novos caudilhos? Uma renovação "nos quadros" partidários, pelo menos? Não basta que o povo se apresente como tal e desenrole suas queixas?

Nem vou tentar o absurdo de pensar em respostas numa hora dessas. "Os verdadeiros patriotas fazem perguntas", escreveu o astrônomo norte-americano Carl Sagan certa vez. Ele, mesmo sendo um cético, não era cético porque tinha respostas prontas para tudo, apenas se recusava a abrir mão da dúvida. Para quem acha que o ceticismo é fácil, tente por um momento duvidar de si mesmo, contrabalançar suas crenças e seus interesses individuais. Olhar para o cosmos talvez possa ser difícil para a maioria, mas quem sabe pelo menos o cruzeiro do sul possa nos fazer lembrar de que lado do hemisfério estamos, apesar de farejarmos insistentemente uma vida escandinava. Estamos ao sul do hemisfério e, no caso dos gaúchos, ao sul do Brasil. Tivemos nosso momento na história do Brasil com Getúlio e com Jango, mas ao invés de lamentarmos não tê-la tanto hoje, talvez fosse importante olharmos mais e melhor para os próprios problemas, para o próprio povo, os tais gaúchos.

Se parece que o termo exorta ao centauro dos pampas ou ao depenado gaúcho a pé, semi-extintos pelo capitalismo galopante (que desgraça usar esses adjetivos), vejam só que gente estranha é essa que está enfrentando o inverno que chega na rua. Lá em Pelotas, Rio Grande, Santa Maria, Bagé, Alvorada, Erechim, Caxias do Sul, etc etc etc. Olhando bem, até que eles lembram mesmo um pouco aqueles que levaram a efeito um orgulho do qual dizemos nunca abrir mão. Pois então.

* Coordenador-geral da revista digital Inclusive - Inclusão e Cidadania (www.inclusive.org.br) e autor de Morphopolis (www.morphopolis.wordpress.com).

Quinta, 27 de junho de 2013 - parte 2

SENSACIONAL!!
ASSISTA E GUARDE!!

video

Quinta, 27 de junho de 2013

GRANDE EXPECTATIVA!!
SERÁ QUE É PARA APAGAR A LUZ?


-----

ZERO HORA É DÉIS!!

Controle de qualidade total!!
Um dos cinco jornais mais importantes do universo!!
Olha que primor!!
Cerca de 400 pessoas participaram de uma passeata na tarde desta quarta-feira emViamão. Os manifestantes se encontraram na parada 32 da ERS-040, a rodovia que liga Viamão ao Litoral Norte, e seguiram em direção ao centro do município na Região Metropolitana. O protesto foi pacífico e interrompeu apenas uma faixa da estrada no sentido Porto Alegre—Interior. Diversas lojas fecharam as portas mais cedo temendo que ouve confusão. Entre as reivindicações, estavam o passe livre estudantil e o aumento de repasse de recursos para a Saúde. 
-----

MAIS PIADINHAS

No http://piadinhas-do-dia.blogspot.com.br/
-----

GENTE É GENTE, ENTENDE?

Via Facebook:
Joyce Copstein
Acabo de ouvir, numa emissora, que "jornalista também é gente". Que bom que esclareceram, né? Às vezes parece outra coisa.
-----

PRECIOSIDADES GAUCHESCAS!!

João Alberto Müller:
Repórter Ramon Nunes, da Rádio Gaúcha, acabou de chamar Nelson Mandela de "líder do Apartheid". E não foi corrigido pelo apresentador Felipe Chemale, que certamente não prestou atenção. 
Outra da Gaúcha: tá repetindo a noite toda chamada publicitária sobre posse do presidente da Famurs, em evento que iniciou na manhã de hoje!
-----

TV RCT DE CANOAS



Envia o Bibo Nunes:
Foi lançado ontem à noite, em Canoas o canal RCT (Rede Comunidade de Televisão ), exibido na TVN ( canal a cabo ).
A RCT exibirá muita produção local, com programas e equipes de telejornalismo, além de séries consagradas na TV mundial.
Ela abrange as cidades de Canoas, Sapucaia, Esteio, São leopoldo, Novo Hamburgo, Cahoeirinha, Gravataí, entre outras.
Mais trabalho para quem faz televisão no Estado.
Falei sobre produção independente para os presentes.
Desejo a RCT sucesso!!!
-----

NOVIDADES DO LITORAL NORTE

No www.litoralnorters.com

Bom Dia!! Quinta, 27 de junho de 2013

IMPECÁVEL!! DUCA!!

O texto aí embaixo é do jornalista Augusto Nunes.
Tem gente que não gosta dele, mas o cara sabe escrever como poucos.
Acompanhe:

O Brasil vai descobrindo neste inverno
que multidões indignadas fazem milagres

O enterro sem choro nem vela da PEC 37, decretado pela Câmara nesta terça-feira por 430 votos contra 9, confirmou que multidão indignada faz milagre. Faz até deputado brasileiro criar juízo. Quando junho começou, os vigaristas que infestam e controlam a Casa dos Horrores estavam prontos para aprovar a proposta de emenda constitucional que proibiria o Ministério Público de promover investigações criminais. Antes que o mês chegasse ao fim, a patifaria foi sepultada em cova rasa.

Surpreendidos pelos atos de protesto que incluíram a rejeição da PEC 37 entre as bandeiras da revolta das ruas, os arquitetos da trama primeiro tentaram empurrar a votação para agosto. Até lá, imaginaram, os manifestantes teriam desistido de combater a corrupção impune. Erraram feio. O truque serviu apenas para aproximar a temperatura do ponto de combustão. Só então os conspiradores acharam sensato curvar-se  à vontade de incontáveis brasileiros exaustos de truques e tapeações.

A PEC 37 pretendia punir o Ministério Público não por seus defeitos, mas por suas virtudes. Foi concebida não para inibir eventuais excessos cometidos por promotores e procuradores, mas para impedi-los de obstruir caminhos que levam para longe da cadeia a bandidagem cinco estrelas. Precedida pela revogação do aumento das tarifas do transporte público, a capitulação  da turma que reduziu o Congresso a um clube dos cafajestes ensina que reivindicações nascidas na internet só vingam se ratificadas pela voz das ruas.

O abaixo-assinado virtual que protestava contra a volta de Renan Calheiros à presidência do Senado foi subscrito por mais de 1,5 milhão de eleitores. Deu em nada. Menos de 50 mil na porta do Congresso bastaram para enterrar a PEC da Impunidade (além de fazer um bando de indolentes trabalhar como nunca e, num caso exemplar de suicídio induzido, aprovar a toque de caixa um projeto que conferiu à corrupção status de crime hediondo. Se a coisa tivesse efeito retroativo, o Senado e a Câmara ficariam desertos). Quantos manifestantes serão necessários para obrigar Renan a renunciar ao cargo? Logo saberemos.

Também saberemos em breve se a ofensiva até aqui bem sucedida conseguirá livrar-se dos baderneiros, manter o vigor, encontrar alguma forma de organização e não perder o rumo. Caso se dê a favorável conjunção dos astros, a instauração de uma CPI da Copa se tornará questão de tempo, o Maracanã escapará das mãos dos eikes batistas, o STF tratará de acelerar o julgamento do mensalão e os ministros recém-chegados não ousarão socorrer quadrilheiros condenados à prisão. Fora o resto.

O que já ocorreu é suficiente para que o inverno de 2013 seja lembrado como a estação das descobertas essenciais. Primeiro, os brasileiros descobriram que pagam todas as contas e são tungados há anos. Depois descobriram que o Brasil Maravilha só existe num palanque ambulante e na cabeça habitada por um neurônio solitário. Descobriram em seguida que Lula, Dilma e o PT são campeões de popularidade apenas entre donos de institutos de pesquisa, e que o exército de milicianos decididos a morrer pelo PT só é capaz de matar de rir.

Por falta de partidos que os representassem, descobriram também que poderiam ser seus próprios porta-vozes. Vão descobrindo agora que, num regime democrático, o Executivo, o Legislativo e o Judiciário não podem atrever-se a ignorar, subestimar ou sufocar um poder muito maior. O poder que emana do povo.


Quarta, 26 de junho de 2013 - parte 4

FOTO HISTÓRICA!!

Anos 80.
Programa TV Mulher, da RBS TV (ou TV Gaúcha?)
Luciana Tomasi, Maria do Carmo Bueno e José Paulo Bisol.
(colaboração do Nilton Fernando)


Quarta, 26 de junho de 2013 - parte 3

TÁ TUDO NORMAL!!
COM OU SEM PROTESTO,
A SACANAGEM TÁ VALENDO!!

 
Dispõe sobre os valores das diárias para as localidades e os períodos que especifica, em decorrência da Copa das Confederações FIFA 2013.
A PRESIDENTA DA REPÚBLICA, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, caput, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto nos arts. 58 e 59 da Lei no 8.112, de 11 de dezembro de 1990,
DECRETA:
Art. 1o Ficam majorados em cem por cento os valores das diárias constantes do Anexo I ao Decreto no 5.992, de 19 de dezembro de 2006, e do Anexo III ao Decreto no 4.307, de 18 de julho de 2002, nos deslocamentos de servidores e militares, para as localidades e os períodos especificados no Anexo a este Decreto, em decorrência da Copa das Confederações FIFA 2013.
Parágrafo único. O disposto no caput não se aplica aos deslocamentos em que a administração pública disponibiliza hospedagem ou nos quais não haja pernoite.

Art. 2o As despesas com os deslocamentos referidos no caput do art. 1o correrão à conta das dotações consignadas ao orçamento vigente dos órgãos e entidades, observadas as limitações de movimentação, empenho e pagamento, na forma da legislação orçamentária e financeira e do Decreto no 7.995, de 2 de maio de 2013.
--
Entenderam ou precisa desenhar?
É a Bolsa-Copa para ministros da Esplanada, oficiais militares e servidores, tudo por conta do dinheiro público.
Na sexta-feira, dia 14, véspera da abertura da Copa das Confederações em Brasília, o governo publicou em edição extra no Diário Oficial da União o Decreto 8.028/13 , autorizando pagamento de diárias para quem quiser assistir aos jogos das Confederações nas seis capitais-sedes.
Há tabelas dos valores das diárias, por categorias.O governo vai pagar diárias de hotel de até R$ 581 para ministros que quiserem assistir nos estádios. Para os comandantes das três Forças Armadas, o teto da diária é de R$ 406,70.
As comitivas ainda poderão viajar nos jatos da FAB, por prerrogativa dos cargos. Mas pelo artigo primeiro do decreto, o governo pode cobrir o dobro destes valores, alcançando então diárias de até R$ 1.162.

Quarta, 26 de junho de 2013 - parte 2

SOBROU PARA OS RADIALISTAS

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região confirmou, na última semana, que os aprovados no concurso público da Fundação Universidade de Rio Grande (FURG) para os cargos de locutor, sonoplasta e editor de imagem não precisam ter registro prévio de radialista na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.
A ação questionando o certame foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão do Rio Grande do Sul, que ajuizou mandado de segurança na 2ª Vara Federal de Rio Grande contra o reitor da FURG.
Após ter o pedido negado em primeira instância, o Sindicato apelou no tribunal. A entidade alega que a aprovação de candidatos sem registro de radialista violaria a legislação. Conforme o sindicato, a atividade que ocorre dentro da universidade possui as instalações, equipamentos, atividades laborais e programação iguais a qualquer rádio ou TV.
O relator do caso na corte, desembargador federal Fernando Quadros da Silva, confirmou integralmente a sentença de primeira instância. Para ele, o requisito fundamental que caracteriza a profissão é ser empregado em empresa de radiodifusão, sendo desnecessário o registro prévio dos aprovados no concurso.
Em seu voto, reproduziu trecho da decisão de primeiro grau: “as vagas oferecidas para o provimento de locutor, sonoplasta e editor de imagem destinam-se ao provimento de cargos públicos, ou seja, criados pela lei e regidos por regime jurídico próprio, Lei nº 8.112/90, diferentemente de empregados submetidos à CLT”.
-----

GUSTAVO D'ÁVILA E O MOMENTO

Andei analisando algumas circunstâncias da atualidade, e hoje as redes sociais estão permeadas de comemorações a respeito da PEC 37, enfim arquivada.
No entanto, não temos muitos motivos a comemorar. O arquivamento sequer se deu pelas manifestações populares, mas sim por uma ordem da D. Dilma. Sim, entre os esdrúxulos pronunciamentos, uma das ordens aos cupinxas foi a de arquivar a PEC. Agora, reforma política que é bom, nada, né?
E a reforma será inadequada. Deve ir mais a fundo, de forma a garantir a soberania e separação de poderes.
O primeiro exemplo é a olhos vistos: as manifestações nas ruas, os brasileiros gritando a plenos pulmões, e o congresso cag#$% para as reivindicações. Somente após a intervençaõ da chefe do poder executivo, o legislativo resolveu se mexer.
E destrancou pautas que estavam paradas, dormitando em alguma gaveta, esperando o momento oportuno para achacar a população.
Outro exemplo: a nomeação política nas cortes judiciais. Nos Estados, o governador nomeia. Nos Tribunais Superiores, o chefe do executivo, a seu bel prazer. Alguns casos geram revolta nos governistas, como o caso do ministro Joaquim Barbosa. Mas igual, a Corte é nomeada segundo a conveniência do poder executivo.
Montesquieu, mesmo em seus defeitos, deve se revirar na cova ao observar a separação de poderes tupiniquim, onde um decide sobre todos.
E o STF segue como esperança de dias melhores.
Mesmo com essas considerações, a democracia está em um importante episódio no Brasil. O povo, ainda que de uma forma indireta, está conseguindo fazer seus eleitos ouvir a voz das ruas.
Só espero que ao invés de "ter que ouvir a voz das rua", como o pronunciamento da D. Dilma, o governo "ouça" e "faça".
-----

TRAMANDAÍ EM FESTA!!


Quarta, 26 de junho de 2013

A GENIAL DA SEMANA É DA ZH!!!

Que baita novidade!!
--
A matéria é esta:
Especialista desvenda mitos e verdades sobre a enxaqueca
Aí tem uma abertura:
Cerca de 95% das pessoas terão, no mínimo, uma crise de enxaqueca ao longo da vida. No entanto, há muitas dúvidas sobre o que realmente desencadeia esse mal. O médico neurologista e pesquisador do Hospital Israelita Albert Einstein, André Felicio, lista dez mitos e verdades sobre as causas da enxaqueca. Confira:
--
Claro que fui conferir:
1) A enxaqueca melhora durante a gravidez?
2) A enxaqueca é sempre hereditária?
3) Toda dor de cabeça que pulsa ou lateja é uma enxaqueca?
4) Existe uma dieta para enxaqueca?5) A enxaqueca só acontece em adultos?
5) A enxaqueca só acontece em adultos?
6) Uso excessivo de remédios para dor de cabeça podem provocar ainda mais dor?
7) Existe enxaqueca sem dor?
--
Tudo bem, e as outras três?
Não tem.
Como diz o Tiago Dias: Acho que o editor ficou com dor de cabeça e não terminou!
--
Hahahahaha!!!!!!
-----

RECORDE NACIONAL!!

Gretchen casou pela 17ª vez.
Li no fabuloso http://www.aimorridesungabranca.com/
--
Aliás, o rapaz de O Bairrista tinha que ler uns sites/blogs como este aí de cima para reaprender.
-----

PIADINHAS DO DIA

No http://www.piadinhas-do-dia.blogspot.com.br/

-----
URGENTE!!
BARRACO NO RÁDIO!!

Recebo dois e-mails:
Foi ontem durante o programa do Gustavo Victorino, na Rádio Pampa.
Rolou uma briga feia entre Armando Burd e o vereador do Psol Pedro Ruas. Começou com o comentário de Burd, no qual Pedro Ruas fez sua réplica. Passados alguns minutos, após Pedro Ruas fazer um discurso contra as empresas de ônibus, eis que Armando Burd liga novamente para a Rádio, rebatendo os argumentos de Ruas e começa a briga... Burd fala que Ruas é demagogo, Ruas diz que Burd está sendo grosseiro... foi feio, viu?
--
Acaba de entrar A Voz do Brasil em cima de um grande bate-boca entre o Pedro Ruas e o Armando Burd (supunha que fossem amigos ou algo do tipo; pois a pai do Ruas acho que é o Isnar ex-velho Correio do Povo)
-----

IMPROVISO É DIFÍCIL

Recebo:
Na cobertura do protesto, na Band AM 640, foi um festival de INTERVIU (em vez de interveio)  
-----

MÃO DE VACA

O plenipotenciário da Rádio Gaúcha não admite pagar salário decente para novos contratados.
Só as "estrelas" da emissora podem chegar perto dos dois dígitos.
-----

INDIGNE-SE!!

Segunda, 24/06/2013, 17:44

Gastos com estádios ultrapassam em R$2 bilhões o orçamento previsto

ESTÁDIO
CIDADE
VALOR ORÇADO
VALOR REAL
Maracanã
Rio de Janeiro
R$ 600 milhões
R$ 1,2 bilhão
Mané Garrincha
Brasília
R$ 745,3 milhões
R$ 1,78 bilhão
Mineirão
Belo Horizonte
R$ 426,1 milhões
R$ 695 milhões
Arena Pernambuco
Recife
R$ 519 milhões
R$ 532 milhões
Arena Fonte Nova
Salvador
R$ 591 milhões
R$ 689,4 milhões
Arena Castelão
Fortaleza
R$ 452 milhões
R$ 518,6 milhões




TOTAL
R$ 5.415.000.000,00
--
Como sou reacionário, fico pensando: quantos hospitais seriam construídos com mais de 5 bilhões de reais?
-----

DESCULPEM A GROSSERIA,
MAS NÃO ME SEGUREI!!


-----

AS NOVIDADES DO LITORAL NORTE

No www.litoralnorters.com

Bom Dia!! Quarta, 26 de junho de 2013

VOLTOU TUDO AO NORMAL!!
ATÉ DONA DILMA DE BLAZER VERMELHO!!



Duvido que alguém que tenha visto o Jornal Nacional de ontem não tenha tido esta sensação. Voltamos ao velho Brasil, ao nosso querido Bananão!! Até a nossa presidente Dilma tirou do armário o casaquinho vermelho, o tradicional. Não reparei se tinha aquela gola estilo Mao.
Não viram?
Estava lá o ministro da Justiça falando no tal plebiscito. "A população vai decidir se quer voto distrital, distrital misto...". Para esse animal, a reforma política é isso!!
Quando o renan calheioros começou a falar apertei no mute. Porque aí vomitava.
Estava lá o presidente da OAB nacional, todo pimpão, numa mesa com a dona Dilma. Depois falou um monte de bobagem. Olha, coisas desconexas. Me senti na Sucupira de Odorico Paraguassú.
Estavam lá todas aquelas figuras - deputados federais e senadores - que a Globo adora entrevistar, os tais "líderes". Deitando falação. Iam votar um monte de coisas.
Só faltou o argh!!! sarney.
--
Justiça seja feita.
Desde que deixou o cargo, o nosso presidente Lula não faz questão de falar. Fica na dele. Não é isso?
Por que cobram dele, agora, uma posição sobre as manifestações?
--
Leiam o que o jornalista Roberto Andrade escreveu:
Roberto Andrade
A única vantagem de termos uma classe política tão desqualificada é exatamente sua capacidade camaleônica de se adaptar aos fatos. Rapidamente este corpo essencial e disforme chamado Congresso Nacional botou em votação todas as pautas vinculadas às manifestações de rua.
Estão trabalhando agora de madrugada, sabem o porquê? Medo. Muito medo. Não é o medo simples de perder o mandato ou não sobreviver a uma reeleição. É o medo atávico de que o modelo existente se transforme e tudo aquilo que estava combinado, ajustado, acertado, escorra pelo ralo.
Há centenas, milhares de amigos, parceiros e parentes nesta linha de comando. A maioria dos deputados está correndo atrás da sobrevivência moral, material, orgânica.
Na verdade, entre os poderes, são os mais fortes. Não por direitos, mas pela capacidade de se adaptar a qualquer contexto. Vão sobreviver e estarão sempre ao lado do povo, segundo eles mesmos.
Talvez por isso e pela carga institucional que recairá sobre os poderes Executivo e Judiciário, nossa "primavera" seja mais eficiente que as demais. Tomara.
--
Para descontrair, um Paulo Motta legítimo:
Não que eu não goste de uma bela esculhambação, mas sinto saudades dos tangos dançados pelo lânguido par Bernardo Cabral e Zélia Cardoso de Mello, juro! Era de uma cafajestagem pura, romântica, como a provar que nos requintados e traiçoeiros salões dos palácios de Brasília, havia muito amor!
A Maria da Conceição Tavares também, entre um cigarro e outro, tinha seus enroscos com alguma alma desprevenida, no clamor da carne nas frias madrugadas outonais.
O ruim deveria ser acordar com aquela voz de corneta rouca e o bafo de cinzeiro. Havia, até, casais sofisticados que recorriam a surras de toalha molhada para apimentar seus prazeres. Ah, bons tempos da ingênua libertinagem, das despretensiosas e frugais orgias no happy-hour dos finais de tarde. Hoje tudo está mudado! Locupletação e prevaricação são as palavras de ordem!
Velhos tempos dos bacanais com garçonetes de topless, servindo espumante francês. Pelo menos passavam mais tempo bêbados e atarefados e não roubavam tanto.

Terça, 25 de junho de 2013 - parte 2

A VOVÓ DO ANO!!

Sabe aquela mulher linda? Maravilhosa?
Rosto bonito, corpo escultural?
Pois é, certamente, dentro de alguns meses, vai participar de um concurso: A VOVÓ MAIS BELA DO BRASIL.
Sim, senhores e senhoras, esta maravilha vai ser avó!!
--
Não posso dizer quem é.
Mas ela é executiva de uma importante publicação de Porto Alegre.
E nada mais digo!!
-----

NOS MÍNIMOS DETALHES!!

Claro, na zerohora.com:
A BM confirmou pelo menos 57 detenções, sendo 53 presos e quatro adolescentes apreendidos
-----

A DITA DURA!!

Recebo:
Eu sei que não deve ter sido moleza, mas quem fez o texto caprichou, hein?

Equipe da TV Pampa sofre ameaça e tem material roubado ao registrar depredações em Porto Alegre

Cinegrafista foi cercado por grupo que levou dois cartões de memória com o registro do vandalismo
repórter Kelly Costa

— No momento do ataque, tive muito medo de que nos agredissem. Não acho que pode ocorrer esse tipo de reação, de quererem amordaçar a imprensa, em uma manifestação que se diz tão democrática. Quem não quer ser reprimido, não pode reprimir. Me senti (sic) como se estivesse diante de uma ditadura, pois não tive liberdade para fazer o meu trabalho— desabafa Kelly.
--

NÃO FOI NUMA ESTEIRA?

Recebo:
No correiodopovo.com.br:

Homem cai em poço de elevador de prédio em Porto Alegre

Edifício está em obras e vítima foi encaminhada ao Hospital Cristo Redentor


Um homem caiu em um poço de elevador com cerca de cinco metros de extensão na manhã desta terça-feira. O acidente ocorreu em um prédio em construção na avenida Assis Brasil, na altura do número 4938, no bairro Sarandi, zona Norte de Porto Alegre. 
-----

DEPOIS EU SOU IMPLICANTE!!

Leram ontem o Manifesto dos Jornalistas de Zero Hora, né?
Antes, a "brilhante" editora do jornal destilou arrogância em uma Carta da Editora, "A quem interessa o silêncio dos jornalistas". Fez todo o texto com base em um e-mail que o Tulio Milman recebeu. Ou seja, expropriou o e-mail. Quem é que disse que a autora do e-mail queria tornar público?
Pois é, a editora levou uma porrada nos dedos!!
Leia:
Sra. Marta
Por um lado fico muito feliz de que um e-mail, com uma simples pergunta, enviado ao Tulio Milman tenha inspirado uma jornalista a escrever uma carta. Por outro, fico triste ao ver que te apropriaste de um e-mail particularmente enviado ao Tulio, deturpando-o e manipulando-o (isto é o que eu considero vandalismo da palavra) para colocar as tuas idéias, talvez seja por este tipo de jornalismo que o jornal seja um alvo dos manifestantes. A forma com que abordasses o assunto, faz crer que aprovo vandalismos e o silêncio da imprensa. Se, porém, tivesses lido, ou se ele tivesse te mostrado minha resposta ao e-mail dele, verias que sou totalmente contra qualquer tipo de vandalismo   ou violência contra ninguém e, neste ninguém, inclui-se a imprensa, pois vocês não são diferentes e somos todos iguais. A pergunta foi simples e não citava nem jornalistas nem a RBS. Lamentável que tenhas tomado para si o que era público, já que na Av. Ipiranga existe milhares de pessoas além dos funcionários da RBS.
Espero que publiques este e-mail, pois usaste um que não era teu e o meu nome.
Atenciosamente
-----

UMA ORQUESTRA SINFÔNICA?
NO LITORAL GAÚCHO??

Leia no www.litoralnorters.com
-----

EGON MÜLLER, DE CARLOS BARBOSA

Enquanto governadores, disputam a ferro e fogo, atrair montadoras de automóveis, discretamente, a pequena e linda cidade de Dois Irmãos, RS, conseguiu, implantar, uma fábrica de tratores da indiana Mahindra. Os testes finais, estão sendo feitos, com os tratores que serão montados naquele município. A Mahindra, fabrica automóveis também, com preços competitivos, talvez, seja apenas o inicio, de outra grande montadora no RS.
-----

PIADINHAS LEGAIS

No http://www.piadinhas-do-dia.blogspot.com.br/


Terça, 25 de junho de 2013

UMA HORA DE DEMOCRACIA

André Martins, publicitário

Em uma hora a manifestação dá lugar ao conflito. É um prazo de validade fatal para um ato democrático. Foi assim hoje na Borges de Medeiros, em disparada pela Cidade Baixa e no entorno da Prefeitura. Lá estavam aqueles seres escondidos em suas camisetas, carregando paus e dezenas de artefatos nas mochilas, caminhando no meio do movimento, prontos para agir de forma covarde, embora se considerem heroicos e corajosos. Eles são peçonhentos, miseráveis, uma ralé em todos os aspectos. Os manifestantes tentaram impedir, mas é inútil. A vontade de bater encontra a fome de apanhar e surge o caos. Nas telas de TV e nas páginas de jornais esse é o saldo de sempre. A imprensa é rápida e preguiçosa.

Só existe uma maneira de você entender como isso acontece e qual é o seu significado. Indo lá. Eu aconselho. Veja os manifestantes conversando com as pessoas que saem nas janelas, que piscam as luzes de seus apartamentos, exibem cartazes e disparam gritos emocionados de aprovação. Nunca antes nesse país havia acontecido algo assim, feito por pessoas que estão mais preocupadas em exigir mudanças do que em fazer valer uma proposta política ou uma ideologia. Há, evidentemente, política e ideologia no meio, direita e esquerda estão lá, como sempre. De vez em quanto, até trocam desaforos e sopapos, mas estão juntos, unidos pelo nojo de uma corrupção sistêmica. Você verá, lado a lado, gente que não pensa da mesma forma em muitas coisas, mas no que se refere à vergonha que nos tornamos concorda em gênero, número e desagravo. Esse pessoal que sai aos milhares pelas ruas e que comove milhões, enfrentou o poder de forma inédita e o colocou contra a parede. Isso não é pouco. Isso é fazer história.

Por isso, eis o convite. Se você está em uma dessas janelas que aplaude a imensa massa que se arrasta pelas ruas lá embaixo, desça. Se você está em casa assistindo pela televisão, da próxima vez acompanhe a manifestação desde o início. Se você tem medo da ação dos vândalos, não se preocupe. Fique perto dos manifestantes pacíficos e nada lhe acontecerá. Engrosse esse cordão, essa coluna que marcha sem saber direito pra onde, porque está espremida por vândalos de todos os lados, uns mascarados, outros fardados.

Bom Dia!! Terça, 25 de junho de 2013

AH!! QUE VERGONHA!!
A PASSAGEM TÁ MAIS
CARA QUE A MACONHA!!

Dona Dilma tentou uma jogada. Como numa campanha eleitoral. Fez ontem boas promessas.
Gostei, mesmo. Parte do que prometeu.
Poderia ser muito bom termos uma Constituinte. Imagina? Como sugere o advogado e pecuarista Ruy Gessinger, qualquer brasileiro poderia concorrer a uma vaga de deputado constituinte, independente de ser filiado a um partido.E eu acrescento: todos os atuais iriam para casa e não poderiam concorrer nesta eleição. Já imaginou maufs, sarneys e renans da vida como constituintes?
Ah, e outro detalhe: quem iria regrar a eleição. Essas múmias do TSE? Jamais! O atual Congresso? Nunca!! Quem, então? Não sei. No nosso país tem gente capaz de bolar isso.
--
Dinheiro de roldão para a tal "mobilidade urbana". Tudo bem.
Demorou para considerarem a corrupção como crime hediondo.
Mas dona Dilma insiste nessa bobagem de importação de médicos.
É como escutei outro dia: não adianta contratar um cozinheiro se não tenho fogão e panelas.
A nossa presidente tem que falar assim:
- Vou construir hospitais mega, padrão fifa, nas 50 maiores cidades do Brasil; vou construir 150 hospitais padrão fifa em 200 cidades médias do nosso Brasil.
E completaria:
- E esta é apenas a primeira etapa!!
--
Impressionante a queda de pública da passeata de ontem em Porto Alegre.
Na quinta passada, 30 mil pessoas - destes, uns 200 bandidos, mais ou menos.
Ontem, bem otimista, 10 mil participantes - sei lá, uns 500 bandidos, pelo que escutei.
A chuva e o frio era o mesmo, nos dois dias.
Não vi imagens da bandidagem atuando, porque me irrita muito. Escutei alguma coisa na Rádio Gaúcha. Muito bom. Repórteres em todo lado, sob o comando do Daniel Scola.
Olha, passaram na minha rua, na Cidade Baixa. Não fizeram nada errado. Só uns bandidos deram porrada em algumas portas de lojas.
Em um momento, os cavalos da Brigada ameaçaram e deu uma correria. Só.
Mas não tinha nenhum carro estacionado, bares e restaurantes fechados e as pessoas nas janelas.
Olhem o que o publicitário André Martins escreveu sobre isso:
Vamos reduzir os milhares de manifestantes a dois. 
Um é o cara que quer protestar. 
Ele tem esse direito, vivemos em uma democracia, lutamos por ela. 
A polícia deve observá-lo para que tudo ocorra normalmente. 
Aí surge o outro, o cara que quer fazer baderna. 
E ele faz. 
O procedimento policial correto seria continuar protegendo o manifestante e prender o vândalo. 
Mas não é isso que acontece. 
A polícia, a mando de suas autoridades, desce o pau nos dois.
--
Como sempre escrevo, bandido tem em todo lugar.
--
Na real, meus amigos, a Brigada Militar não está preparada para enfrentar este tipo de situação. Uma multidão. Como escreve o André Martins, os brigadianos não sabem discernir, na passeata, o que é bandido e o que é um manifestante.
Infelizmente.
--
O título?
Uma gurizada alegre passou na minha rua cantando isso.
Não me venham com análises sociológicas, por favor!!

Segunda, 24 de junho de 2013 - parte 3

URGENTE!! URGENTE!! URGENTE!!

Hoje vão querer quebrar!!
Não apenas o prédio da Zero Hora, na avenida Ipiranga.
Mas o Palácio Piratini, o Palácio da Justiça, na praça da Matriz, e até mesmo interromper o trânsito na Ponte do Guaíba.
O grupelho que articula essa bandidagem se chama Bloco de Lutas pelo Transporte Público.
-----

Me garantem que nenhum jornalista foi coagido a assinar o MANIFESTO DOS JORNALISTAS DE ZERO HORA. 
Olha isso:
"Perguntaram se alguém não gostaria de assinar e disseram que não teria problema. Acho que a imensa maioria dos jornalistas está se sentindo, sim, sob ameaça é do pessoal que cogitou de incendiar ZH."


Segunda, 24 de junho de 2013 - parte 2

O MANIFESTO DA ZERO HORA

Recebo (entenderam? é um texto que recebi!!):
Neste momento a Zero Hora discute se vai ou não publicar um manifesto dos jornalistas da ZH. Detalhe: o manifesto foi escrito pelos editores (supostamente) e os cerca de 200 repórteres estão sendo "convidados" a assinar. O texto é patético - numa clara utilização dos jornalistas como escudo da empresa.
Ainda neste horário espero que os chefetes de ZH tenham cérebro e não publiquem este "manifesto" feito por puxa-sacos e assinado por muitos e muitos jornalistas que, ao menos a maioria, sofreram coação para assinar (por óbvio que eles vão dizer que não foram coagidos e blá-blá-blá).
Desculpa não assinar, mas o vínculo com um jornalista da empresa pode comprometê-lo.
-----

LEIA, É IMPRESSIONANTE!!

Está no Relatório Reservado desta semana - Assinaturas: www.relatorioreservado.com.br
(21) 2549-1173 / atendimento@relatorioreservado.com.br.

Vai sair coelho dessas redes sociais

As informações abaixo fazem parte de uma análise reservadíssima sobre os incitadores das manifestações nas redes sociais. O RR não está autorizado sequer a localizar a fonte, mas ela é altamente respeitável. Chega dar um frio na espinha:
“Nenhum movimento, seja ele qual for, nenhum perfil brasileiro teria força para comandar esse povo e fazê-lo sair do computador e ir às ruas. Isso é estratégia contratada.”
--
“Nenhum perfil teria como disseminar milhões de ‘compartilhar’ de um só post em segundos, a não ser o Anon Mundial.”
--
“Nenhum perfil teria como derrubar o Facebook – saiu do ar por duas horas em oito países, incluindo o Brasil – quando quiseram parar com o “compartilhar’, a não ser o Anonymous mundial.”
--
“E, por fim, desde a primeira passeata, o Anonymous posta fotos exclusivas (eles na rua) com texto em inglês e com ‘encaminhar’ para vários jornais, revistas e emissoras de TV, de New York Times a CNN. Além disso, quando não transmitiu as passeatas, a Globo exibiu ao vivo manifestações em São Paulo por meio de um celular via Twitter e Facebook. Mais de um milhão de pessoas assistiram.”
-----

INVERNO NAS PRAIAS GAÚCHAS

No www.litoralnorters.com
-----

O PIONEIRO SE SUPEROU!!

Apesar da redução da passagem, ônibus de transporte coletivo seguem superlotados em Caxias do Sul
--
O Everton Rigatti - www.livreimpressao.blogspot.com  - comentou:
O cara que fez esse título é especialista em economia. Na teoria dele, baixar o preço diminui a procura. Parabéns.
-----

PASSEATAS? MANIFESTAÇÕES?
HAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!!


-----

DO ANDRÉ MARTINS

Botar a culpa não direita não é difícil.
Até porque o governo tá cheio deles.
-----

DO NÁZARO BORGES

Os eleitores do interior nas próximas eleições deveriam exigir dos prefeitos que construam hospitais nas suas cidade ao invés de comprar ambulâncias e mandar todos os dias para a capital. Estes prefeitos eleitos são uns caras de pau, estamos aqui pagando e tendo nossos doentes nas filas porque as emergências dos hospitais precisam atender pacientes do interior. Isso é coisa que só acontece aqui neste Brasil dos companheiros.
-----

DA ESCOLA ZH!!

"Novo Hamburgo - 21/06/2013 17h52
Atualizado em 21/06/2013 23h03

Manifestantes propõe novo manifesto na tarde deste sábado

Protesto reuniu cerca de 10 mil pessoas em Novo Hamburgo garante BM

Da Redação

Foto: Rodrigo Rodrigues/GES
Rio Grande do Sul  - Depois de bloquear a BR-116 no ato contra a corrupção nesta sexta-feira, em Novo Hamburgo, os manifestantes se comprometeram em realizar um novo manifesto às 14 horas deste sábado. Conforme informações da reportagem, a concentração será novamente na Praça do Imigrante, no Centro. A intenção é bloquear outra vez a BR-116 nos dois sentidos. Esse ato irá de encontro com a manifestação que será realizada neste sábado, às 17 horas, em Campo Bom, onde a RS-239 pode ser trancada pelo público.
Manifestação em Novo Hamburgo
Após finalizar o protesto em Novo Hamburgo, um grupo de cerca de 100 pessoas seguiu em direção à Prefeitura, onde foram reivindicadas ações do governo. Segundo números atualizados da Brigada Militar, cerca de 10 mil manifestantes tomaram a BR-116, por cerca de uma hora, na noite desta sexta-feira. O protesto foi reorganizado após parada em um posto de combustível. Os manifestantes seguiram o trajeto de volta a Praça do Imigrante, no Centro - onde a atividade iniciou às 18 horas. O manifesto é pacífico. 
A ida até a RS-239 foi cancelada pelos manifestantes. A Polícia Rodoviária Federal acompanha a manifestação e realiza os desvios de trânsito no local. Conforme a Brigada Militar, a contagem inicial de público contabilizou cerca de 3 mil pessoas. Porém, muitas pessoas aderiram o movimento durante a caminhada. O trajeto inicial que seria percorrido pelos manifestantes passaria pela BR-116, RS-239 até chegar ao prédio do Executivo. 
Vandalismo
Conforme a Rádio ABC,  um grupo de manifestantes foram avistados pichando muros na Rua José do Patrocínio. A BM identificou os suspeitos e age contra o vandalismo.  
-----

PIADINHAS



Segunda, 24 de junho de 2013

OS ARROGANTES DA IMPRENSA
GAÚCHA ESTÃO TODOS BORRADOS!!



Li, atônito, de boca aberta, uma seção da Zero Hora que ainda não tinha conferido. É a tal da "Carta da Editora", assinada por Marta Gleich. Para quem não sabe, a moça é a editora da Zero Hora, e casada com Cezar Freitas, diretor de jornalismo da RBS TV. O casal faz parte do grupo de queridinhos de Marcelo Rech, diretor-executivo de Jornalismo no Grupo RBS. Outro queridinho é o Plenipotenciário, gerente da Rádio Gaúcha, conhecido também como Ciro Martins.
Mas a tal "Carta da Editora" tem como título "A quem interessa o silêncio dos jornalistas?".
Fui ler porque poderia ser uma coisa séria, mesmo que esse papinho de "silêncio dos jornalistas" me cheirou a coisas de acadêmicos.
Meu Deus do Céu, é uma das coisas mais abobadas que li na vida.
Leiam só este pequeno trecho:
Em momentos como o que se vive no Brasil, cria-se um caldo de cultura em que crescem tentativas de intimidação e coação à imprensa, uma das instituições que asseguram a democracia. Zero Hora, como maior jornal do Estado, virou alvo desses grupos ultrarradicais, que só enxergam a liberdade de expressão e de imprensa como obstáculos a suas causas.
A quem interessa calar a imprensa? A quem interessa inviabilizar um jornal e silenciar seus jornalistas? Zero Hora não é contra protestos ou críticas. Pelo contrário. Incentivamos o diálogo, a pluralidade de opiniões e os questionamentos a nosso trabalho.
--
Quer ler toda a joia?
http://wp.clicrbs.com.br/editor/2013/06/22/a-quem-interessa-o-silencio-dos-jornalistas/comment-page-1/?topo=13%2C1%2C1%2C%2C%2C13#comment-8760
Poderão conferir que é um textinho recheado de soberba. Daquelas coisas que só o umbigo interessa.
--
Hoje de manhã recebi um texto de uma jornalista que, evidente, não quer ser identificada.
Mas vai na mosca:
O que todo mundo sabia tornou-se oficial: Zero Hora só disse ontem, claramente, que o objetivo dos manifestantes era chegar ao prédio do jornal, na Avenida Ipiranga, na última quinta. O intuito era depredá-lo e  queimá-lo.
Na carta que a diretora de redação Marta Gleish assinou, na edição de domingo, é sustentado que os manifestantes queriam calar a “a voz democrática” do jornal, o que só faz rir quem tem um pouco de discernimento.
Ora, a pergunta a se impor é “por que as pessoas querem depredar e queimar uma empresa nascida no Rio Grande do Sul?” Não será porque ela, nem de longe representa a população gaúcha? Não é o caso de os gestores repensarem suas práticas jornalísticas? Por que o inimigo é sempre o outro? Cadê a tal “imparcialidade jornalística”, que os impede de olhares o próprio rabo?
Há alguns anos o “inimigo” eram os americanos, ou, como se dizia, o “imperialismo americano”. Faria sentido, então, depredar e queimar - dentro dessa lógica - o Mcdonald’s (e tem um bem pertinho da João Pessoa, na esquina da Ipiranga com a Silva Só, na direção contrária à que os manifestantes tomaram, na quinta-feira). Certamente não é apenas porque a RBS corporifica algum tipo de imperialismo, ou porque os manifestantes não gostam do serviço prestado pelos meios de comunicação (e outros meios estão isentos de pichações ou vandalismo, se quiséssemos argumentar).
É sim porque as pessoas não se sentem representadas nem confiam no produto que a essa empresa oferece. Pontos para reflexão, se eles puderem fazê-la.
Já trabalhei na RBS como jornalista, de onde saí voluntariamente, e há pouco tempo fui chamada a ocupar uma vaga na empresa, coisa que, educadamente, como minha mãe me ensinou, recusei.
Não conheço quem goste da RBS, das pessoas das minhas relações. Ninguém tem nada contra quem trabalha lá (como pessoas, pelo menos), mas tem tudo contra a linha editorial, a padronização, a exploração, os salários achatados.
Fica, no fim, a dúvida: a RBS foi protegida pelas forças policias, à custa de todo o comércio ao redor ser depredado. Para eles não houve efetivo.