Sexta, 19 de janeiro de 2018



Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu





SITE/BLOG DO PRÉVIDI: HÁ 14 ANOS
INCOMODANDO CHATOS, 
INCOMPETENTES E BANDIDOS
(E CANALHAS)









HORÁRIO DE VERÃO:

Atualizado diariamente
até as 10 horas













Do Marcus Copetti:
O caixa do Trensurb pega minha nota de 50 contos e examina na luz, pra ver se era "quente"!
Não aguentei:
- Porra!! Se eu soubesse fazer dinheiro, estaria no trem? 












É INSUPORTÁVEL!!




Sou mais esse aí de cima.
Tenho dois números de celular há muito tempo.
Um é mais para trabalho - inclusive estava nas chamadas redes sociais - e outro para familiares e amigos.
Jamais tive algum tipo de problema com ele.
...
Acontece que desde novembro recebo, mais ou menos, umas 20 chamadas de três números. Apenas um do RS.
É um negócio de ficar maluco. As vezes estou no banheiro e vou correndo atender. E é o raio de um desses números.
Sabe o que é pior? Jamais falei com uma pessoa!!!
...
Os tipos:

11 944113095

35 987229255

35 987225167

11 962764033

51 976011749


Tem outros, mas esses são os que mais enchem o saco.
...
Mais uma: já perdi tempo em ligar para estes números.
A resposta?
"Este número não recebe chamadas ou não existe!
...
O pior é que não tem para quem reclamar.
...
Estou pensando seriamente em desistir desses dois números, e não restará nada além de avisar os familiares e amigos.


-


SOBRE A REDE DA LEGALIDADE DO PT - Escreve o Serginho Neglia:

Há alguns dias vi meu amigo Marlon Zambrano publicando vídeos manifestando sua indignação com a apropriação da imagem de Brizola e do termo Rede da Legalidade, utilizada por ele em 1961 para garantir a posse de João Goulart, pelo PT, no caso do julgamento do Lula.

Não estava acompanhando os 'movimentos', em um primeiro momento me pareceu 'exagerado' da parte dele, pois, o Movimento da Legalidade, embora tenha tido o Brizola como ícone, não era um movimento só dele, esse é um erro muito comum. A Legalidade contou com a participação de vários setores da sociedade que participaram ativamente do movimento, inclusive partidos políticos e organizações sindicais e de classe, que atuavam na mobilização da população.

Porém, hoje, uma amiga compartilhou a transmissão ao vivo de uma página chamada Rede da Legalidade, cuja a imagem é um desenho de Brizola e Lula de braços levantados, uma cena de campanha, com Brizola fazendo L com a mão.

Aí entendi a indignação do Marlon, e imagino a indignação de outros 'brizolistas', provavelmente da família também.

Não acho legal colocarem o Brizola neste negócio. Se apropriar da imagem dele em um julgamento de corrupção, a favor do réu, é no mínimo sacanagem com sua memória, assim como também acho que é 'forçar a barra' vincular os dois acontecimentos.

Brizola foi muito perseguido, reviraram sua vida do lado do avesso na tentativa de achar algo que pudesse ser usado contra ele, e o que tinham usavam, inclusive pelo PT que sempre foi crítico a ele, servindo, muitas vezes, aos interesses de seus inimigos, mas nada acharam de corrupção que pudessem o vincular ao mal uso do dinheiro público, portanto, usar sua imagem neste momento da vida política brasileira, em meio ao lamaçal em que se encontra, não é nada legal.

Não faço coro àqueles que querem o Lula na cadeia a qualquer custo, já manifestei aqui minha posição, pois, como um defensor da democracia, compreendo que é fundamental uma justiça imparcial, e que TODOS tenham direito a um processo legal correto, sem dúvidas, assim como, conhecendo os 'bastidores' da política, não 'coloco minha mão no fogo' por ele.

Assim, acho que deveriam "ter incluído o Brizola fora desta".


-


GOSTO É GOSTO?

Pude assistir no Jornal do Almoço a música da RBS para o Campeonato Gaúcho.
QUE HORROR!
Como pode alguém da tv aprovar?

Daniel Tevah, empresário


-



NA REAL


RBS fez música pro Gauchão em cima do sucesso do Pablo Vitar.
Quando tu acha que não pode piorar, algume´, prova que é possível!

Eduardo Escobar, arqueiteto


-


PEPSI TWIST LAND - Hoje, a Band TV transmite a partir de 22h10min, ao vivo, o show do Nando Reis no Pepsi Twist Land direto da praia de Atlântida. E no sábado, a partir das 22h20min, ao vivo, o show dos Os Paralamas do Sucesso.
Ainda na madrugada de domingo pra segunda, a uma da manhã, um programa especial com tudo o que aconteceu no segundo final de semana do evento.
Na TV, na sexta também teremos o Band Mulher (13h15/14h) e Band Cidade (18h50/19h20) especiais do Pepsi Twist Land
...
As rádios do Grupo também terão programação especial:
Sexta-feira

09:30 – 11:00 – 90 Minutos (André Machado) - Rádio Bandeirantes
12:00 – 13:00 – BandNews no Meio do Dia (André Machado)
16:00 – 17:00 – BandNews Hapy Hour Especial (André Machado)
22:00 – 00:00 – TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes

Sábado

11:00 – 12:00 Jornal do Sábado (especial com entradas de Atlântida) - Rádio Bandeirantes
20:00 – 00:00 – TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes

Domingo

20:00 – 22:00 - TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes


-


REFLEXÃO 


Plano de recuperação fiscal: Sartori não concorre
se não for aprovado.
Quem votar contra tem medo de disputar
com ele a eleição.

Gustavo Mota, jornalista


-


HAHAHA!!!! - Praias de Santa Catarina infestadas de jacarés.
Isso mesmo, aqueles animais!!
É O PARAÍSO!!!!



-



TODO O BRASIL!!




-



QUAL? - Avó, mãe e filha!





-



piadinha






Quinta, 18 de janeiro de 2018



Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu





SITE/BLOG DO PRÉVIDI: HÁ 14 ANOS
INCOMODANDO CHATOS, 
INCOMPETENTES E BANDIDOS
(E CANALHAS)









HORÁRIO DE VERÃO:

Atualizado diariamente
até as 10 horas













JOGUINHO DO GAUCHÃO
A 50 PILAS?
NÃO VÃO LEVAR!
NEM A PAU, JUVENAL!! 












POBRE VIADUTO OTÁVIO ROCHA






Não faz muito tempo um amigo encontrou num evento o Despacito Tigrão Júnior.
Deu sugestões de como poderia entregar de volta ao porto-alegrense o Viaduto.
Despacito, com ar de enfado:
- Eu quero resolver os problemas estruturais de Porto Alegre.
...
Quer dizer, ele não quer resolver nada.
Não vai dar um jeito nos problemas estruturais - habitação, por exemplo - e muito menos nos pontuais.
...
Mas não vamos desistir assim tão fácil.


Agora, leiam este texto.
Quem conta é o Silvio Luiz Belbute:

Em 2008 recepcionei comitiva de empresários italianos e suiços, responsáveis pela manutenção do patrimônio histórico do Vaticano. Vieram acompanhados de empresários mineiros, a convite de empresários paulistas que produzem a tinta anti-pichação e produtos para remoção de pichações. Os paulistas foram meus parceiros ao tempo que presidi a Associação Benjamin Constant, quando lançamos a campanha "Xô Pichação".
Visitamos o Viaduto Otávio Rocha, acompanhados pela presidente do Conselho do Patrimônio Histórico e Cultura de Porto Alegre, Rita Chang. O objetivo era demonstrar o sucesso no uso de produtos para remoção da pichação. Ficaram impressionados com os resultados.
Porém, para a EPAHC - Equipe do Patrimônio Histórico e Cultural, não é possível a "utilização de produtos químicos que possam agredir o patrimônio histórico e alterar suas características originais".
Mas pichar pode, né?
A empresa de São Paulo pintou alguns viadutos em Porto Alegre com a tinta anti pichação.
Não lembro os nomes de todos, principalmente dos empresários estrangeiros que nos visitaram, mas ai vão as fotos daquele 26 de março de 2008.



Rita Chang, empresários mineiros e o Silvio

 Rita, Francisco Lira (empresário paulista, produtos anti pichação),
empresários italianos (gravata amarela e celular na mão)

Nas fotos abaixo, remoção da pichação




...

SUGESTÃO DOS VEREADORES DE PORTO ALEGRE PARA O VIADUTO OTÁVIO ROCHA:

1) Realizar imediato censo social a ser feito pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc);
2) Rearticulação do grupo interdisciplinar do Viaduto Otávio Rocha, integrado pela Fasc, secretarias municipais da Saúde (SMS), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams), departamentos municipais de Habitação (Demhab) e Limpeza Urbana (DMLU), e Guarda Municipal;
3) Transferência imediata dos ocupantes do Viaduto para casa de passagem ou concessão de aluguel social;
4) Buscar apoio nas Igrejas com experiência no trato da população dependente química;
5) Convite ao Ministério Público para compor grupo, para ajustar medidas vindouras;
6) Denúncia à Policia Civil quanto ao tráfico de crack diagnosticado no local, com pedido de providências imediatas (Secretaria Municipal de Segurança);
7) Limpeza e lavagem semanal do Viaduto pelo DMLU;
8) Reforma dos banheiros;
9) Ronda permanente feita pela Guarda a partir do posto instalado no local;
10) Ocupação de lojas fechadas por atividades do Poder Público (Centro de Informações, Ouvidoria da Câmara Municipal, Posto da Guarda Municipal, Ambulatório para vacinas da SMS);
11) Ocupação dos espaços com a realização de eventos, como feiras de artesanato, brique, etc;
12) Apoio aos permissionários com vistas à otimização dos seus negócios e regularização das inadimplências;
13) Remessa à Câmara dos estudos já elaborados sobre a restauração física do Viaduto, sugerindo neste particular a utilização de Parcerias Público Privadas (PPPs).


-



O ORESTES ESTÁ TININDO! - Leia o texto do filho, Orestes de Andrade Jr:

VIDA QUE SE RENOVA


A um mês de completar uma data emblemática — 69 anos — o véio Orestes de Andrade ganhou uma vida nova! Vai comemorar dois aniversários a partir de hoje, em 15 de fevereiro e 16 de janeiro.
Vítima de um infarto de pequena intensidade no último domingo, fez um cateterismo nesta terça, no Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, que desobstruiu uma artéria que estava 95% bloqueada. "Não passava um fio de cabelo", disse o médico.
...
A família agradece aos amigos e amigas pela força, torcida e orações nesses dois dias. Agradeço especialmente a Giana Sassi, médica santo-angelense que atendeu MUITO BEM o pai no Hospital de Osório, e o cardiologista Roberto Estrazulas Mayer e sua equipe incrível, pela agilidade e atendimento notável. Bom saber que temos um hospital de primeiro mundo bem aqui ao lado. O atendimento do Moinhos de Vento é impecável!


-


SATISFEITO COM A DIGITAL - Escreve o Rogério Mendelski:

Contrariando alguns dos teus leitores, estou satisfeito com o sinal digital das tevês abertas. Nas margens da Lagoa do Casamento, no Capão da Porteira, Viamão, na minha tevê antiga, daquelas bundudas, eu só conseguia sintonizar o áudio e uma imagem chuviscada da RBS. Instalei o conversor e uma antena externa (tirei a outra) bem simples. Bastou finalizar a instalação (poucos minutos) que passei a ter com imagem perfeita todos os canais de sinal aberto. Não houve sequer diferença de qualidade nas imagens recebidas. Além das nossas emissoras - Record, Pampa, Band, TVE, RBS - recebi imagens da Record News, Ulbra, Tv Senado, TV Cãmara, TV Assembléia e outras de televendas e religiosas. Para mim, não há queixas. Só elogios ao novo sistema.



-


NÃO É DE AGORA QUE O PP SE ESPECIALIZOU EM GOLPES - Faz um tempinho: participam de governos, botam a tchurma toda em CCs e ocupam Secretarias.
Bem, aí quando se aproximam as eleições, caem fora para ter "candidato próprio". Aí no segundo turno "vendem" os seus votos para um candidato que tem chance de se eleger.
Ultimamente, mamaram no Governo Fortunati e no de José Ivo.
Agora, anunciam que vão sair do Governo do Estado.
...
Isto não é picaretagem?


-



VOU TE CONTAR - Blogueiros tipo "fashion" se auto-intitulam "influenciadores digitais".
Aí...


-


PEPSI TWIST LAND - Nesta sexta, dia 19, a Band TV transmite a partir de 22h10min, ao vivo, o show do Nando Reis no Pepsi Twist Land direto da praia de Atlântida. E no sábado, a partir das 22h20min, ao vivo, o show dos Os Paralamas do Sucesso.
Ainda na madrugada de domingo pra segunda, a uma da manhã, um programa especial com tudo o que aconteceu no segundo final de semana do evento.
Na TV, na sexta também teremos o Band Mulher (13h15/14h) e Band Cidade (18h50/19h20) especiais do Pepsi Twist Land
...
As rádios do Grupo também terão programação especial:
Sexta-feira

09:30 – 11:00 – 90 Minutos (André Machado) - Rádio Bandeirantes
12:00 – 13:00 – BandNews no Meio do Dia (André Machado)
16:00 – 17:00 – BandNews Hapy Hour Especial (André Machado)
22:00 – 00:00 – TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes

Sábado

11:00 – 12:00 Jornal do Sábado (especial com entradas de Atlântida) - Rádio Bandeirantes
20:00 – 00:00 – TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes

Domingo

20:00 – 22:00 - TRANSMISSÃO AO VIVO DOS SHOWS - Rádio Bandeirantes


-


PRÓXIMO AO INFERNO - Nem li a  matéria.






-



TODO O BRASIL!!




-


PARA ENCERRAR O "DEBATE"





-



SERÁ QUE AINDA TEM JEITO? - O indignado é o jornalista Clovis Heberle:

Vocês sentiram o baque do reajuste de 30 por cento na conta da CEEE? 
Eu senti, assim como os donos de padarias, mercados, fábricas, bares, restaurantes. É mais uns quilos no peso do Estado nas nossas vidas, assim como os reajustes feitos no ICMS, que prejudicaram a competitividade das empresas gaúchas diante de outros estados, como SC, sem falar no Nordeste.
É impressionante como cada vez mais produtos catarinenses são vendidos aqui no RS - de eletrodomésticos a alimentos e até sacos de lixo. 
Estes aumentos de impostos e tarifas, que num primeiro momento aliviam o caixa das estatais e do governo, são, a longo prazo, tiros no pé


-


HOMENAGEM AO CAIO - Concebido a partir textos de Caio Fernando Abreu transformados em dramaturgia por Luís Artur Nunes, (DE)COLAGEM será transformado em espetáculo multicênico e apresentado em um palco inusitado aberto: o Viaduto Otávio Rocha, no centro histórico da capital.
O espetáculo, além de ocupar o espaço urbano do viaduto, poderá ser acompanhando em um tour virtual em 360 graus. O texto original de (DE)COLAGEM, encenado em 1977 no Teatro de Câmara, é parte do acervo Espaço Sônia Duro, Espaço Sonia Duro - Centro de Documentação e Pesquisa em Artes Cênica, sediado no Teatro de Arena.
...
Com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul (LIC-RS), patrocínio da Oi e apoio cultural da Oi Futuro, (DE)COLAGEM é uma obra ainda em aberto que está selecionando três projetos nas áreas de teatro, artes visuais e audiovisual até o dia 26 de janeiro. O desafio dos selecionados será criar, em pouco tempo as apresentações que estão previstas para o final de março. E, coletivamente com as outras áreas, cada grupo apresentará suas ideias em performance conjunta baseada no texto de Caio Fernando Abreu, que completaria 70 anos em 2018.
...
Projeto (DE)COLAGEM

-  O edital está disponível em www2.portoalegre.rs.gov.br/fumproarte/

- O projeto (DE)COLAGEM recebe inscrições até 26 de janeiro de 2018, com propostas artísticas das áreas de audiovisual, artes visuais e teatro

- O projeto é inspirado na Obra de Caio Fernando Abreu, e as apresentações ocorrerão no Viaduto Otávio Rocha de 21 a 24 de março de 2018.
- Com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura do Rio Grande do Sul (LIC-RS), patrocínio da Oi e apoio cultural da Oi Futuro, o projeto contempla performances com cachês de R$ 18.000,00 cada.

- Mais informações: (51) 3289-8170 e 3289-8171


-


DE CARA NOVA - O site do SBT - www.sbt.com.br -  está de cara nova e com destaque para os conteúdos mais acessados. Além de um novo layout e facilidade para navegar pelas páginas dos programas, esse novo formato viabiliza a navegação mobile, ou seja, muito mais fácil de acessar pelo celular e/ou tablet.
A equipe do Digital não para de produzir conteúdo e rechear o site com novidades sobre programação, bastidores e promoções do SBT.
"O consumo de conteúdo mudou. Nos tempos digitais o comportamento é líquido e imediato, e nessa nova narrativa o SBT se destaca com um design moderno e uma alta performance de entrega", diz o gerente de conteúdo digital Giuliano Chiaradia.


-


REFLEXÃO


De que adianta salvar uma vida e "destruir corações"?






-



piadinha

Rapidinha


Dois gaúchos passeando a cavalo:
= Mas Terêncio, onde tu conseguiste este cavalo?
- Ontem , estava eu olhando o campo, quando uma moça desceu e amarrou o cavalo na cerca, tirou toda a roupa, até mesmo a calcinha, e me disse:
- Vem pegar o que tu queres!
- Daí peguei o cavalo.
- Fizeste bem, índio velho! Vai que a calcinha não te servia!


Quarta, 17 de janeiro de 2018



Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu





SITE/BLOG DO PRÉVIDI: HÁ 14 ANOS
INCOMODANDO CHATOS, 
INCOMPETENTES E BANDIDOS
(E CANALHAS)









HORÁRIO DE VERÃO:

Atualizado diariamente
até as 10 horas













27 ASSASSINATOS NO
PARAÍSO GAUDÉRIO - AQUELE
DAS NOSSAS FAÇANHAS, DE
EXEMPLO A TODA TERRA - APENAS
NO ÚLTIMO FINAL DE SEMANA








verão

CASSINO


Texto do jornalista Clovis Heberle.


Inaugurada em 1888, a praia do Cassino é bem diferente das demais praias do litoral gaúcho - e brasileiro. 
Projetada para proporcionar descanso e lazer aos estrangeiros residentes em Rio Grande e aos aristocratas rurais do sul do Rio Grande do Sul no final do século 19, Cassino tinha, já no ano de sua inauguração, água encanada, tratamento de esgoto e iluminação pública, um hotel onde também funcionava um cassino, um salão de baile e um restaurante. 
De 1890 até meados da década de 60 era possível percorrer os 18 quilômetros que separam o balneário do centro da cidade de Rio Grande de trem. Da estação, na entrada da vila, até a beira do mar, podia-se ir de bonde. Os trilhos ocupavam a parte central da avenida Rio Grande, substituídos depois da desativação da ferrovia por calçadas para pedestres e ciclistas, quiosques, pracinhas para crianças e dezenas de bancos para sentar. 


Fileiras de plátanos e eucaliptos acompanham a avenida de 40 metros de largura, distribuindo generosamente a sua sombra. O projeto original tinha quatro quadras ao Sul e ao Norte do eixo central. Hoje elas se expandem por mais de cinco quilômetros de cada lado. Todas são arborizadas, mas em vez das tristes casuarinas que enfeiam a paisagem das demais praias gaúchas, o que se vê são plátanos, chorões e outras árvores nativas. 
Nos finais de tarde, famílias, vizinhos, namorados e amigos ocupam os bancos da avenida Rio Grande para conversar, a maioria tomando chimarrão. Nada de bum-bum-bum saindo dos alto-falantes dos carros. 
Parece uma cidade da fronteira, organizada, limpa e tranquila.

Nas fotos, a estação ferroviária do Cassino, hoje um museu, e a avenida Rio Grande



-






REBELATO NA PAMPA - O psicanalista e psiquiatra Paulo Rebelato começou na segunda como novo comentarista da bancada do Atualidades Pampa. A atração é comandada pela magistral Magda Beatriz.
De segunda às sexta das 19h15min às 20h15min, com reprise à meia-noite.
...
Como estou na praia, não vou conseguir ver o meu amigo na TV.
A Pampa ainda é analógica. Ou tem uma antena mixuruca, não sei.
Não pega nem chuvisco.
Quero ver depois do dia 31.



-


BAIXARIA TOTAL!! - Agora, a globo quer que os telespectadores mandam vídeos sobre "o que esperam do Brasil, depois da eleição do novo presidente".
Vão pagar quanto?
Tudo no esquema "voluntário"? Vão usar milhões de mensagens sem usar nada!!
...
Mais ou menos como estes programas da Record que fazem uns infelizes ficar duas, três horas no ar sendo humilhados. Ainda não viu? Assiata ao menos o do Faro, nos domingos.
...
Qualquer pessoa se dá conta que é uma baita picaretagem!
Nada de repórter fazer viagens...


-


NOTÍCIAS DO CREA-RS - Em face dos resultados das eleições para Presidência do CREA-RS estarem sub judice, assume interinamente a presidência do Conselho a 2ª diretora administrativa Engenheira Agrônoma Eliana Antônia Valente Silveira, até ocorrer a eleição e posse dos 1º e 2º vice-presidentes pelo Plenário do Conselho. O Geól. Antônio Pedro Viero é o 1º diretor financeiro.
...
A decisão liminar proferida nos autos do Mandado Segurança nº 5067872-42.2017.4.04.7100/RS determinou judicialmente a suspensão dos efeitos do Ato de Homologação dos resultados da última eleição para a Presidência do CREA-RS.


-


A MELHOR QUE RECEBI

Lula tem medo de ser preso
e prepara fuga para a Etiópia


-



EM PORTO ALEGRE - Pelo menos é o que me disseram:

(clica em cima que amplia)




-



DESFEITO O MISTÉRIO!





-



DUROU POUCO - O apresentador e narrador Paulo Brito saiu da Band RS.
Depois de um ano e quatro meses.


-


PAUTA - O Banrisul lança amanhã, dia 18, às 10 horas, o programa especial de crédito para micro e pequenas empresas, com a presença do governador do Estado, José Ivo Sartori.
O lançamento do novo programa será no Salão Nobre da instituição (Rua Caldas Júnior, 108, 4º andar), em Porto Alegre.



-




TODO O BRASIL!!




-



ENTIDADE - Balduino Tschiedel acaba de assumir como diretor-presidente da Federação Internacional de Diabetes da região das Américas Central e do Sul. Balduino é gaúcho


-


FORA DA CASINHA - Do Sandro Kluge:


Tem alguém para avisar que o “Portal de Noticias mais Relevante do Mundo” está passando do ponto de “ser muderninho”. Ou é merchanzão puro...

(clica em cima que amplia)







COITADINHO DO MENOR! - Adolescente é pego furtando em uma loja. A mãe é chamada e paga o produto. 
Não satisfeito, o menor tenta tirar uma onda com o segurança, que com muita calma e educação, lhe dá uma resposta, seguindo o Estatuto da Criança e do Adolescente.





-


piadinha


Essa é genial!!





Terça, 16 de janeiro de 2018



Jamais troquei de lado.
Por quê? Eu não tenho lado.
Ou melhor, o meu lado sou eu





SITE/BLOG DO PRÉVIDI: HÁ 14 ANOS
INCOMODANDO CHATOS, 
INCOMPETENTES E BANDIDOS
(E CANALHAS)









HORÁRIO DE VERÃO:

Atualizado diariamente
até as 10 horas













SERÁ QUE ALGUÉM NÃO SABE  
QUE DIA 31 ACABA O SINAL
ANALÓGICO EM VÁRIAS
CIDADES GAÚCHAS?
SERÁ QUE AS TVS PRECISAM
TORRAR A PACIÊNCIA COM
AQUELES COMERCIAIS CHATOS?












NÃO SOU RACISTA,
MINHA OBRA PROVA







Faltou paciência para acompanhar o caso do William Waack que culminou com sua demissão da TV Globo. Tem que ter muito saco para esses "episódios moderninhos", comuns ultimamente.
Não gostava dele como apresentador de trelejornal - muito carrancudo, ainda mais para um programa no final da noite.
Sempre falei e escrevi isso, mas um amigo, Renato Marsiglia, várias vezes me disse que Waack é um sujeito culto, de "fino trato" e um ótimo papo.
...
O título acima é de um artigo dele, publicado na Folha de S.Paulo:
Eis:

Se os rapazes que roubaram a imagem da Globo e a vazaram na internet tivessem me abordado, naquela noite de 8 de novembro de 2016, eu teria dito a eles a mesma coisa que direi agora: "Aquilo foi uma piada —idiota, como disse meu amigo Gil Moura—, sem a menor intenção racista, dita em tom de brincadeira, num momento particular. Desculpem-me pela ofensa; não era minha intenção ofender qualquer pessoa, e aqui estendo sinceramente minha mão."

Sim, existe racismo no Brasil, ao contrário do que alguns pretendem. Sim, em razão da cor da pele, pessoas sofrem discriminações, têm menos oportunidades, são maltratadas e têm de suportar humilhações e perseguições.

Durante toda a minha vida, combati intolerância de qualquer tipo —racial, inclusive—, e minha vida profissional e pessoal é prova eloquente disso. Autorizado por ela, faço aqui uso das palavras da jornalista Glória Maria, que foi bastante perseguida por intolerantes em redes sociais por ter dito em público: "Convivi com o William a vida inteira, e ele não é racista. Aquilo foi piada de português."

Não digo quais são meus amigos negros, pois não separo amigos segundo a cor da pele. Assim como não vou dizer quais são meus amigos judeus, ou católicos, ou muçulmanos. Igualmente não os distingo segundo a religião — ou pelo que dizem sobre política.

O episódio que me envolve é a expressão de um fenômeno mais abrangente. Em todo o mundo, na era da revolução digital, as empresas da chamada "mídia tradicional" são permanentemente desafiadas por grupos organizados no interior das redes sociais.

Estes se mobilizam para contestar o papel até então inquestionável dos grupos de comunicação: guardiães dos "fatos objetivos", da "verdade dos fatos" (a expressão vem do termo em inglês "gatekeepers"). Na verdade, é a credibilidade desses guardiães que está sob crescente suspeita.

Entender esse fenômeno parece estar além da capacidade de empresas da dita "mídia tradicional". Julgam que ceder à gritaria dos grupos organizados ajuda a proteger a própria imagem institucional, ignorando que obtêm o resultado inverso (o interesse comercial inerente a essa preocupação me parece legítimo).

Por falta de visão estratégica ou covardia, ou ambas, tornam-se reféns das redes mobilizadas, parte delas alinhada com o que "donos" de outras agendas políticas definem como "correto".

Perversamente, acabam contribuindo para a consolidação da percepção de que atores importantes da "mídia tradicional" se tornaram perpetuadores da miséria e da ignorância no país, pois, assim, obteriam vantagens empresariais.

Abraçados a seu deplorável equívoco, esquecem ainda que a imensa maioria dos brasileiros está cansada do radicalismo obtuso e primitivo que hoje é característica inegável do ambiente virtual.

Por ter vivido e trabalhado durante 21 anos fora do Brasil, gosto de afirmar que não conheço outro povo tão irreverente e brincalhão como o brasileiro. É essa parte do nosso caráter nacional que os canalhas do linchamento —nas palavras, nesta Folha, do filósofo Luiz Felipe Pondé— querem nos tirar.

Prostrar-se diante deles significa não só desperdiçar uma oportunidade de elevar o nível de educação política e do debate, mas, pior ainda, contribui para exacerbar o clima de intolerância e cerceamento às liberdades –nas palavras, a quem tanto agradeço, da ministra Cármen Lúcia, em aula na PUC de Belo Horizonte, ao se referir ao episódio.

Aproveito para agradecer o imenso apoio que recebi de muitas pessoas que, mesmo bravas com a piada que fiz, entenderam que disso apenas se tratava, não de uma manifestação racista.

Admito, sim, que piadas podem ser a manifestação irrefletida de um histórico de discriminação e exclusão. Mas constitui um erro grave tomar um gracejo circunstanciado, ainda que infeliz, como expressão de um pensamento.

Até porque não se poderia tomar um pensamento verdadeiramente racista como uma piada.

Termino com um saber consagrado: um homem se conhece por sua obra, assim como se conhece a árvore por seu fruto. Tenho 48 anos de profissão. Não haverá gritaria organizada e oportunismo covarde capazes de mudar essa história: não sou racista. Tenho como prova a minha obra, os meus frutos. Eles são a minha verdade e a verdade do que produzi até aqui.

WILLIAM WAACK, 65, é jornalista profissional desde os 17; trabalhou em algumas das principais redações do país e foi correspondente internacional por 21 anos na Europa e Estados Unidos.



-


NA FUNDAÇÃO  PIRATINI - Mais de 40 servidores aderem ao PDV.
O Programa de Desligamento Voluntário (PDV) da Fundação Piratini, que teve seu prazo para adesão encerrado na sexta-feira (12/01), atraiu 43 servidores. Desses, 18 já haviam sido demitidos e entraram com o requerimento de pagamento de indenização extraordinária e 25 aderiram à proposta para receber, além dos direitos trabalhistas, a compensação de um salário por cada quatro anos de serviços prestados.
O Estado desembolsará aproximadamente R$ 1,5 milhão (valor de uma folha mensal) em premiação por adesão ao plano, sem contar os valores referentes às rescisões trabalhistas.
- A aceitação ficou dentro do esperado, 20% dos 209 servidores que poderiam aderir ao PDV.
A surpresa foi o ingresso de servidores que entraram no último concurso de 2014.
- Este é mais um passo dentro do nosso planejamento de extinguir a fundação até o início de abril, passando as outorgas da TVE e da FM Cultura para o controle do Estado.
...
Entre os que assinaram o PDV, 16 eram funcionários na ativa das áreas do jornalismo, programação, técnica e financeiro. Seis estavam em licença saúde com casos de servidores que estavam afastados desde 1999 das atividades. Outros três estavam com contrato suspenso (licença interesse). Os outros 18 que já haviam sido demitidos no final do ano passado e início deste ano.
...
O PDV foi assinado pela Fundação Piratini, Sindicato dos Jornalistas, Sindicato dos Radialistas e Sindicato dos Engenheiros e homologado no Ministério do Trabalho e Emprego no dia 8 de janeiro.


-


RÁDIO GUAÍBA - Escreve o Juner Vieira:
Complicado será o ano de 2018 para a rádio Guaíba, caso não contrate repórteres!
Nesta semana, mais um jornalista deixou a rádio para integrar a equipe da Gaúcha.
Antes foi o Eduardo Paganella, agora a vez é do Gabriel Jacobsen. Dois repórteres de rua. O primeiro da Geral, o segundo da política.
Lembro ainda, ano passado algumas jornalistas também desfalcaram a equipe da Guaíba...
Quantos repórteres de "news" há na Guaíba? Na rua, cobrindo o dia a dia de Porto Alegre?
O que transparece é que apenas repórteres de Esporte que estão nas ruas, ou melhor, nos Centros de Treinamentos do Inter e Grêmio, na cobertura dos treinos...
Mas e os problemas de PoA?
Preocupante...
O Nando Gross está com baita abacaxi em suas mãos...



-


REFLEXÃO


A TV Globo não conseguiu derrubar o Temer.
Imagina fazendo campanha contra o Trump...


-



TRAFICANTE É TRAFICANTE - Garimpada do Rafael Ponzi Wiethoelter:






-



GAUCHÃO - Foi lançada ontem, ao vivo, no programa Os Donos da Bola RS a parceria da Band com o site Esportchê, do jornalista Vinícius Conrad, que promete oferecer a cobertura mais completa do Gauchão 2018. O Esportchê, há 10 anos, acompanha todas as divisões do futebol gaúcho com foco nos clubes do interior, mas sem deixar de lado a dupla Gre-Nal.
O conteúdo multimídia é diferenciado com muita interação no site Esportche.RS e nas redes sociais, com notícias, resultados e tabelas atualizadas ao vivo e com postagens em tempo real. "Agora com esta parceria com a Band, nós vamos aumentar a produção multimídia e oportunizar interação com o público, além de multiplicar a presença nas plataformas digitais dos respectivos seguidores", reforça Vinícius Conrad.
...
Os assuntos destaque serão pauta na programação da Rádio Bandeirantes, no programa Os Donos da Bola RS da Band TV e ampliados no programa Bico na Pelota, às 19h, nas plataformas digitais. "O Esportchê trará para o Esporte da Band conteúdo do futebol gaúcho com informação, bom humor, muita interatividade e o mais importante: vamos valorizar o nosso futebol do interior" salienta Caco da Motta, coordenador de esportes da Band RS.


-



TODO O BRASIL!!




-


BANDIDO E SUSPEITO

(clica em cima que amplia)






-


CÁ ENTRE NÓS

 Porto Alegre fica mais alegre sem o Despacito Tigrão Júnior, que está de férias.



-


SUGESTÕES PARA TERMINAR COM A ESCULHAMBAÇÃO NO VIADUTO OTÁVIO ROCHA - Mas, acreditem, o Despacito Tigrão Júnior não que resolver. Já disse isso.
Em reunião com o prefeito em exercício, Gustavo Paim, no Paço Municipal, na tarde desta segunda-feira (15/1), o presidente da Câmara Municipal de Porto Alegre, vereador Valter Nagelstein (PMDB), entregou ofício com 13 sugestões a serem adotadas pelo Executivo para qualificar o Viaduto Otávio Rocha. Os pedidos de providências do Legislativo contemplam a área social, a segurança pública e a revitalização urbana e econômica do local, considerado um dos cartões-postais da cidade.  
Entre os encaminhamentos requeridos, estão a elaboração de censo das pessoas em situação de rua que ocupam o Viaduto, para que sejam transferidas de forma cidadã para casas de passagem ou recebam aluguel social, além de busca de apoio das igrejas para resgatar dependentes químicos. Outra sugestão é melhorar a ocupação dos espaços, a partir da instalação de serviços públicos (posto da Guarda Municipal, Ouvidoria da Câmara, Ambulatório e Centro de Informações), realização de feiras e eventos e regularização dos permissionários inadimplentes.  
...
Os vereadores também pedem a rearticulação do grupo interdisciplinar da Prefeitura, com representação do Ministério Público, para tratar de forma integrada do Viaduto, além do envio à Câmara dos estudos já elaborados sobre a restauração física do local, tendo como objetivo viabilizar Parcerias Público Privadas (PPPs). Os vereadores também demandaram a execução de limpeza e lavagem semanal do espaço, reforma dos banheiros e encaminhamento imediato de denúncia à Polícia Civil para coibir o tráfico de drogas no Viaduto.  
...
Nagelstein destacou que todos sabem que o problema do Viaduto Otávio Rocha é gravíssimo e que não é recente. Destacou, porém, que as dificuldades se agravaram. "O que propomos aqui não é tensionamento nem enfrentamento do Poder Executivo. Queremos contribuir, trazendo à luz questões latentes para tentarmos resolver problemas da cidade. Sabemos que o Executivo tem projetos para alterar aquela realidade, que não é meramente uma questão social, e nosso intuito é agregar ideias e somar esforços. Precisamos enfrentar este problema, pois não é possível deixar como está." Nagelstein disse ainda que, em 60 dias, a Câmara deverá realizar reunião para avaliar o andamento das ações. 
O vereador André Carús (PMDB) lembrou que, em janeiro de 2017, foi lançado um movimento dos moradores do entorno do Viaduto, com o apoio da Câmara, para tentar melhorar a segurança do local, que resultou na prisão de uma quadrilha de traficantes em maio. “Quando há apropriação do poder público, há melhorias. Mais recentemente, um grupo do Executivo trabalhou na desocupação do Parque da Harmonia em função do julgamento do ex-presidente Lula, que ocorrerá no próximo dia 24. Seria interessante que a Prefeitura reeditasse o grupo e trabalhasse com o mesmo afinco no Viaduto Otávio Rocha e encaminhasse de forma humanizada as pessoas em situação de rua que ali se encontram.”
O vice-líder do governo municipal, vereador Luciano Marcantonio (PTB), elogiou a atitude da presidência da Câmara de contribuir com o Executivo. Destacou, porém, que uma solução de caráter definitivo para as pessoas em situação de rua é o grande desafio do poder público. Citando exemplos de desocupações cidadãs realizadas pela Prefeitura, nesta e em outras gestões, Marcantônio lembrou que, após certo período, os espaços públicos voltam a ser tomados. “Não sei se dará certo, mas a Fasc precisa se conveniar com igrejas para tentar resgatar os dependentes químicos. É uma tentativa que precisa ser levada em conta.”
...
Também participaram do encontro no Paço Municipal os vereadores Márcio Bins Ely (PDT) e Reginaldo Pujol (DEM); o diretor-geral da Câmara, Omar Ferri Júnior; o procurador-geral da Câmara, Cláudio Roberto Velasquez, e o chefe de gabinete da Presidência do Legislativo, Gil Soares Almeida. 
...
As medidas propostas pelo Legislativo

Confira a integra das medidas sugeridas: 
1) Realizar imediato censo social a ser feito pela Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc); 
2) Rearticulação do grupo interdisciplinar do Viaduto Otávio Rocha, integrado pela Fasc, secretarias municipais da Saúde (SMS), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams), departamentos municipais de Habitação (Demhab) e Limpeza Urbana (DMLU), e Guarda Municipal; 
3) Transferência imediata dos ocupantes do Viaduto para casa de passagem ou concessão de aluguel social; 
4) Buscar apoio nas Igrejas com experiência no trato da população dependente química; 
5) Convite ao Ministério Público para compor grupo, para ajustar medidas vindouras; 
6) Denúncia à Policia Civil quanto ao tráfico de crack diagnosticado no local, com pedido de providências imediatas (Secretaria Municipal de Segurança); 
7) Limpeza e lavagem semanal do Viaduto pelo DMLU; 
8) Reforma dos banheiros; 
9) Ronda permanente feita pela Guarda a partir do posto instalado no local; 
10) Ocupação de lojas fechadas por atividades do Poder Público (Centro de Informações, Ouvidoria da Câmara Municipal, Posto da Guarda Municipal, Ambulatório para vacinas da SMS); 
11) Ocupação dos espaços com a realização de eventos, como feiras de artesanato, brique, etc; 
12) Apoio aos permissionários com vistas à otimização dos seus negócios e regularização das inadimplências; 
13) Remessa à Câmara dos estudos já elaborados sobre a restauração física do Viaduto, sugerindo neste particular a utilização de Parcerias Público Privadas (PPPs). 


-


piadinha