.

.

Sexta, 25 de novembro de 2016






Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








mídia especial



SE NÃO CONSEGUE A ENTREVISTA,
A ÚNICA ALTERNATIVA É MENTIR?



A Zero Hora afirmou em manchete que:

Ricardo Neis não fala sobre o caso e está em tratamento contínuo. 




Acontece que a produção do SBT RS está há 3 meses produzindo uma série especial sobre o caso do atropelamento dos ciclistas ocorrido em 2011. Fizeram uma série sobre o tema e inclusive uma entrevista exclusiva com Ricardo Neis.
A entrevista exclusiva, foi ao ar nesta semana conduzida pela repórter Bruna Ostermann.





Quinta, 24 de novembro de 2016





Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








mídia especial



INCRÍVEL, É MISTERIOSA A POSTURA
DA RECORD RS NO "CASO BARBARÁ"



O repórter Luiz Barbará



Vejam isso:

http://www.rederecordrs.com.br/balanco-geral-rs/videos/detentos-aplicam-golpe-e-ficam-soltos-18112016


Agora, leiam este email que o repórter Luiz Barbará enviou aos seus colegas da TV Record RS:

Colegas,
Como os cinegrafistas e auxiliares recebem um tratamento diferenciado dos demais funcionários da empresa e não possuem email corporativo, escrevo aqui também para eles e para os outros que infelizmente não possuo contato...
Como vocês podem ter visto eu não estou mais na escala, embora permaneça funcionário da emissora. Isso pelo menos até chegar a notificação judicial do meu pedido de demissão. Esse fato que eu jamais gostaria que acontecesse veio a partir do momento em que não tive apoio dos gestores da TV Record RS quando mais precisei.
Vocês sabem que na última quinta-feira eu fui cumprir ordens da redação da TV Record RS para gravação de uma pauta em uma fábrica de calçados em Sapiranga para tentar revelar uma fraude. Pois bem, lá o dono da fábrica trancou eu e o cinegrafista por cerca de 45 minutos, fez ameaças, nos constrangeu, pegou à força a câmera da TV Record RS que depois foi apreendida pela Brigada Militar (ferindo gravemente a liberdade de imprensa).
Com medo, como acredito que teria qualquer pessoa que passasse por essa situação, pedi ajuda da empresa de pelo menos o departamento jurídico me acompanhar até uma delegacia de polícia para registrar um B.O. Não fui atendido.
24 horas depois do fato fiz o mesmo pedido. Recebi a resposta que até o fim do dia o departamento jurídico da empresa entraria em contato comigo. O que não aconteceu.
Para minha surpresa, a matéria exibida no Balanço Geral não apresentava o trecho em que o dono da fábrica ameaçava abertamente a equipe.
Não bastasse isso, os apresentadores da casa se privaram de comentários mais fortes sobre o fato. No mínimo estranho, pois até em situações fictícias criadas na redação, sempre houve a defesa do repórter e equipe. Dessa vez não.
Me intrigou também uma redação que prega tanto o jornalismo verdade, a liberdade de imprensa, o combate a censura, não comentar sequer um segundo o fato da câmera da empresa ter sido apreendida pela Brigada Militar. Os seguranças da tal fábrica que nos coagiram e nos ameaçaram tiveram os rostos preservados. E sequer também foi comentado que o delegado de polícia de Sapiranga não quis registrar o B.O (um caso claro de prevaricação). No mínimo tudo muito estranho.
Baseado nas situações que eu equipe passamos que estão configuradas nos artigos 146, 147 e 148 do Código Penal Brasileiro, 96 horas depois do fato ainda insisti como meu direito de funcionário e procurei novamente a empresa em busca de ajuda. Abaixo um trecho da resposta que obtive do departamento jurídico:
"TENDO EM CONTA QUE O CRIME RELATADO FOI PRATICADO CONTRA A SUA PESSOA, NÃO POSSUI A EMISSORA O DIREITO/LEGITIMIDADE PARA DEFENDÊ-LO OU EXERCER O DIREITO QUE LHE ASSISTE NA CONDIÇÃO DE VÍTIMA".
Vejam bem. A mesma empresa que mandou que eu fosse cumprir a pauta que originou tudo isso é a mesma empresa que diz que não pode me proteger. Que o crime existente foi contra o Luiz Barbará pessoa, e não o Luiz Barbará que estava com o crachá e o microfone da TV Record.
Isso foi o basta. Por isso colegas, se cuidem, se protejam.
A gestora do RH hoje quando fui falar com ela ainda fez piada com o caso e me perguntou: "pq tu não deu uns karate neles?". Total falta de respeito, consideração e preparo para um cargo de tamanha importância.
A chefe de redação sequer conversou comigo sobre o fato, alias ela não fala, ela não responde email-s, um sinal claro de assédio moral.
Mas nem tudo é ruim. Tenho um orgulho enorme dos meus colegas corajosos que fizeram parte de uma paralisação legítima, honesta, pacífica e correta que trouxe algumas mudanças na questão administrativa, mas infelizmente na pessoal ainda caminha em passos lentos. Mas lutamos e fizemos voltar alguns direitos adquiridos.
Tenho uma felicidade enorme que última reportagem minha a ser exibida na emissora foi no Domingo Espetacular, o programa jornalístico de maior audiência na TV Record. Uma pauta autoral que tinha sido oferecida em 2013 para a chefe de redação, mas ela negou. Alias, a pauta do Fumo que também foi destaque no Domingo Espetacular e depois serviu de base para matérias da BBC, UOL e TV Globo também tinha sido negada pela chefe de redação em 2013.
Mas felizmente consegui o meu espaço, tive grandes e boas oportunidades com a TV Record SP. Fui tratado com respeito, me ouviram, me deram retorno. O mesmo posso dizer da experiência na TV Record RJ onde nunca tive um problema sequer no período em que estive lá.
Saio mais uma vez da TV Record RS consciente que o problema não é a instituição, mas sim as pessoas que a gerem.
Ainda é possível mudar e tornar essa emissora um lugar feliz e justo. Eu acredito que existem aí pessoas capazes de fazer isso.
Agradeço o apoio daqueles que me deram força e apoio.
Abram os olhos e se cuidem. A vida de vocês e a instituição de mais de 60 anos TV Record são muito maiores e importantes do que essas pessoas que estão acabando com estes patrimônios.




Quarta, 23 de novembro de 2016 - parte 2





Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








mídia especial



FACEIRO, PUBLICO MAIS FOTOS


Para quem viu o post anterior: sem mais nem menos, as fotos "surgiram" no meu email.


Queria tirar uma foto com o Clovis Tramontina,
mas o Julio e o Reche se meteram

A VOZ, Milton Jung

Duas maravilhas: Rosane Marchetti
e Luciane Kohlmann

O premiadíssimo Paulo Germano

A maravilhosa Andressa Riquelme


Morram de inveja!!


Carla Fachim, linda, exuberante e mais do que simpática


Voltaire Porto, "O" repórter

Paulo Germano e a namorada Marcela. Baita casal!!


Querem que eu identifique?


O elegante Jeff Bernardes comportadíssimo


O fabuloso Guaracy Andrade, o executivo da TVU


Quarta, 23 de novembro de 2016






Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








mídia especial



NUMA FESTA MUITO BONITA,
FATUREI O 5º PRÊMIO PRESS!!






Pelamordedeus!
Rapaz, fiquei até nervoso, voz tremida.
Sei lá o que falei aí, quando recebi o Prêmio. Lembro que deram  algumas risadas.
Gostei, porque no palco, quando fomos tirar a foto de todos que venceram, o Clovis Tramontina me disse assim: "Gostei do que você falou" - com um baita sorriso.
Reencontrei amigos queridos, como a Rosane Marchetti, a Jornalista do Ano.
Reche, Milton Cardoso, Carla Fachin, Paulo Germano, bah!!
-
Numa grande noite de festa, que emocionou aos mais de 400 convidados presentes, foi entregue nesta terça, dia 22, os troféus aos melhores do ano do Prêmio Press 2016. A cerimônia, que aconteceu no Teatro Dante Barone, reuniu empresários, políticos, líderes de entidades e, é claro, centenas de jornalistas. O Prêmio Press destacou 17 categorias do jornalismo gaúcho, além de fazer três grandes homenagens.
O Troféu Sistema FIERGS Homenagem Especial, neste ano, destacou os 50 anos de fundação da Faculdade dos Meios de Comunicação da PUC - FAMECOS. Estiveram presentes, o diretor da instituição João Guilherme Barone e o reitor da Universidade, Joaquim Clotet.
Barone destacou o caráter de vanguarda da Famecos e a sua inquietação permanente por identificar e trilhar caminhos novos para a comunicação e repassar isso para a formação de novos profissionais. "Só conseguimos almejar e buscar essa vanguarda porque temos o apoio, a estrutura e a história de uma universidade como a PUC", ressaltou.
Além disso, o troféu homenageou também, in memoriam, o ex-aluno, professor e diretor da Famecos, Antonio Firmo de Oliveira Gonzalez, o Antoninho, cuja morte completou 20 anos em agosto último. Sua esposa Myrthes Gonzalez, recebeu o troféu emocionada, destacando que mesmo depois de tantos anos, as pessoas continuam lembrando da pessoa e do legado do Antoninho.
Ambos os troféus foram entregues pelo vice-presidente do Sistema FIERGS, Cláudio Bier.
Já o Troféu Advertising, criado para destacar o apoio de empresas e empresários à comunicação em nosso estado, foi entregue a Clovis Tramontina, presidente da empresa centenária, de Carlos Barbosa. O troféu foi entregue pelo publicitário Mauro Dorfmann, representando a Associação Brasileira de Agências de Propaganda - ABAP, e pelo diretor regional do SBT, Luis Cruz.
O empresário agradeceu a homenagem, fazendo questão de ressaltar o tema do Prêmio Press deste ano: "A Verdade Recompensa". Para ele, este é um lema que serve para todas as profissões, em todos os setores. "A nossa empresa só cresceu, porque sempre foi verdadeira com seus consumidores. Tudo que a nossa propaganda prometeu, nós cumprimos", disse ele que preside a companhia há 24 anos.
A 17ª edição do Prêmio Press teve o patrocínio de Sistema Fiergs, Sistema Fecomercio, Sicredi, Sinduscon, CIEE-RS e Sticc e o apoio da ABAP-RS, SBT, Krim Bureau e Assembleia Legislativa.


Relação VENCEDORES
ESTAGIÁRIO DE JORNALISMO DO ANO – Troféu CIEE-RS
- Catharina Signorini - Jornal do Comércio

REPÓRTER DE RÁDIO DO ANO – Troféu STICC
- Mateus Ferraz - Rádio Gaúcha

REPÓRTER DE TELEVISÃO DO ANO
- Luciane Kohlmann - SBT

REPÓRTER DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Sistema FECOMÉRCIO-RS
- Humberto Trezzi - Zero Hora

COLUNISTA DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Fernando Albrecht
- Paulo Germano - Zero Hora

COMENTARISTA DE TELEVISÃO DO ANO
- André Machado – Band TV

COMENTARISTA DE RÁDIO DO ANO – Troféu Ruy Carlos Ostermann
- Luiz Carlos Reche – Rádio Band

APRESENTADOR DE TELEVISÃO DO ANO – Troféu SICREDI
- Carla Fachim - RBS TV

APRESENTADOR DE RÁDIO DO ANO
- Milton Cardoso - Rádio Band 640

JORNALISTA DE WEB DO ANO
- José Luiz Prévidi - previdi.blogspot.com.br

REPÓRTER FOTOGRÁFICO DO ANO
- Freddy Vieira - Jornal do Comércio

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO DO ANO
- Gerson Paz – TV Record

LOCUTOR/APRESENTADOR DE NOTÍCIAS – Troféu Milton Ferreti Jung
- Maria Luiza Benitez - Rádio Guaíba

JORNALISTA DESTAQUE DO INTERIOR – Troféu SICREDI
- Rodrigo Giacomet - Rádio ABC 900/Novo Hamburgo

MELHOR PROGRAMA DE RÁDIO DO ANO
- Timeline - Rádio Gaúcha

MELHOR PROGRAMA DE TELEVISÃO DO ANO
- Rio Grande no Ar – TV Record

JORNALISTA DO ANO (Grand Prix) – Troféu SINDUSCON-RS
- Rosane Marchetti - TV Globo









-

Tenho um monte de fotos legais no meu celular.
Acontece que ele não quis que eu usasse. Deve ter ficado com ciúmes.
Não consegui "tirar" para publicar aqui. Nem o mais simples, que é passar para o meu email. Nada deu certo.
Fica para amanhã, se conseguir.





Terça, 22 de novembro de 2016






Atualizado diariamente até o meio-dia.
Eventualmente, à tarde, notícias urgentes.








governo 1



SABE QUEM SÃO AS SUMIDADES
QUE VÃO DECIDIR O FUTURO DO RS?






Há meses que o Rio Grande do Sul pega fogo. Não tem dinheiro, a bandidagem tomou conta e não se encontra uma fórmula mágica para reverter essa urucubaca. A impressão que dá é que não tem jeito. Teria que começar tudo de novo. O orgulho de ser gaúcho foi pro saco.
Nessa inhaca, o papel da Assembleia Legislativa poderia ser fundamental. Só que não.
Os deputados estaduais só se preocupam com perfumarias.
Na real, eles têm apenas um objetivo: a reeleição. Vivem mais no interior, fazendo campanha - claro, com as diárias -, do que trabalhando pela gauchada. Disfarçam, mas não fazem nada de útil.
-
Hoje, as pessoas, ainda em choque, debatem o pacotão do José Ivo.
Não vou incorporar o espírito de "comentarista de Facebook" e dar uma opinião definitiva sobre o pacotão, porque até agora só li o resumo das medidas. Na real, ontem, de cara, constatei que um sobrinho que é concursado da Corag - mas é CLT - poderá estar em breve desempregado.
Tem algumas extinções de cabides de emprego que são corretas, mas como dizia um personagem de novela, "prefiro não comentar".
-
NO ENTANTO, QUERO COMENTAR, SIM, QUEM VAI DECIDIR SOBRE O PACOTÃO DO JOSÉ IVO.

A Assembleia Legislativa não tem a menor condição de analisar e decidir sobre o pacotão.
Explico:
Todos sabiam que nesta semana o José Ivo iria anunciar as medidas. Não era segredo.
Aí vocês sabem o que se prepararam para fazer hoje?

Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, presidida pelo deputado Tiago Simon (PMDB), realiza reunião ordinária às 9h, na sala Salzano Vieira da Cunha, no 3º andar. Na Ordem do Dia, o PL 184 2015, do deputado Missionário Volnei (PSC), que estabelece que sejam executados os Hinos Nacional e do Estado do Rio Grande do Sul em todos os jogos esportivos federados no Estado do Rio Grande do Sul

Ainda na mesma Comissão:

(...) requerimento de audiência pública encaminhada pelo deputado Vinicius Ribeiro (PDT) para debater os Projetos de Lei 210, 206, 204, 205 e 201, que tratam sobre Língua Brasileira de Sinais no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul.

Outra impoluta Comissão:

Comissão de Constituição e Justiça, presidida pelo deputado Vilmar Zanchin (PMDB), realiza reunião ordinária às 9h, na sala Maurício Cardoso, no 4º andar. Na Ordem do Dia, com pedido de preferência, 46 projetos, entre os quais a PEC 242 2015, do Poder Executivo, que extingue a licença-prêmio assiduidade do servidor estadual

Essa é da máxima relevância:

Comissão de Assuntos Municipais, presidida pelo deputado Eduardo Loureiro (PDT), realiza reunião ordinária às 9h, na sala Sarmento Leite, no 3º andar. Na Ordem do Dia, o PL 413 2015, do deputado Gilmar Sossella (PDT), que declara o município de Linha Nova “Berço das Cervejarias no Estado do Rio Grande do Sul.

-

Eles já criaram o Dia do Ovo, da Franga, do Laço, do Coach e até o Dia da Igreja Mundial do Poder de Deus.

-
Vocês acreditam que essa gente tem condições de analisar o pacotão do José Ivo?




--


mídia

TVE e FM Cultura


O jornalista Lucio Haeser, estudioso da Comunicação, lembra que o Estado não pode negociar as CONCESSÕES da rádio e da TV, "pois elas são concessões de emissoras educativas. Não sei que rumo a história vai tomar, mas se for como o quadro está sendo pintado, essas concessões correm o risco de serem extintas".
Pelo que ouvi ou li, não lembro, as duas emissoras seriam administradas pela Secretaria de Comunicação do Estado. E que implicaria em demissões. A Fundação Piratini tem 241 funcionários e um custo de R$ 28 milhões anuais.
Pelo que sei, os salários são acima do mercado.
Cá entre nós: para a gastança dos governos, o custo da TVE e FM Cultura não é nenhum absurdo.
Acredito apenas que as duas deveriam se prestar mais para "experiências" e não ficar no "feijão com arroz" tradicional. Jornalistas e radialistas não podem ser tratados e muito mesmo se comportarem como se trabalhassem numa repartição pública.
E, fundamental, ir atrás de parcerias comerciais.



--



governo 2


A conversinha sobre o fim da dívida do RS


Do Fernando Guimarães:

Ministro Padilha disse na semana passada que "o governo vai tentar fazer o que fez em 1997 renegociando as dividas". Na verdade 1996 (http://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2016/11/padilha-diz-que-governo-estuda-nova-renegociacao-de-dividas-dos-estados.html)
Aquilo que foi feito e ZH mancheteou como "RS LIQUIDA A DÍVIDA" em 21 de Setembro de 1996. E veja bem a legenda da foto "livrando o estado da dívida em 24 anos". Portanto dentro de quatro anos, o RS não deverá mais nada...
Naquela época, a dívida era de R$ 8 bilhões. Pagamos R$ 17 bilhões e devemos hoje R$ 47 bilhões.
Ótimo acordo! Sartori era o líder do Governo na Assembléia.
Tudo isso para quê?
-
PS: Estive na FIERGS na quinta passada assistindo o Ministro Padilha. Falou sessenta minutos sobre o passado. Como não tivesse participado do Governo Federal até um ano atrás. E de TODOS OS GOVERNOS FEDERAIS que o PMDB participa desde 1985, SEM INTERRUPÇÃO!





--



 mídia 2/governo


Tosquia de porco


Do contador Sandro Kluge, de Marau-RS:

Já diria um antigo presidente brasileiro “povo que não sabe nem se limpar depois de ir ao banheiro vai saber votar?”. Te digo isto pois, vendo o “gritedo” nas “páginas de opinião” – principalmente (e tão somente) da “ZêAgá”, sobre a “entrega do patrimônio público”, que “devem ser cobradas as dívidas dos empresários”, que vão “sacrificar mais uma vez o funcionalismo público”, comento:

1) Patrimônio, tem de ter dono. Se não tiver, vira casa de Irene – todo mundo faz o que quer...;
2) Cobrar dívida dos empresários – esta é boa! Vai ver se eles fazem algo que a LEI não permite. Se existe uma LEI que permite, alguém escreveu. E quem faz as LEIS são os DEPUTADOS. Que são eleitos por quem, por quem não sabe, às vezes, se limpar... (logo, a culpa é nossa!);
3) Chega desta lenga lenga de funcionário publico. Quer estabilidade, vai para a igreja, e viva “sem os luxos da vida mundana”;
-
Estou lendo a biografia do Roberto Campos – aquele que era chamado de entreguista. Tirando o excesso de auto elogio que ele se fez, no final das contas ele tem razão ao dizer que cabe ao estado ser rígido na regulação, e ficar fora do resto.



--




EM BREVE, PACOTES PROMOCIONAIS DE NATAL!







--



parecidos


Quem é o jogador Alexandre Pato?
Quem é o jornalista Paulo Germano?


Sugestão do Marcelo Storch Oliveira:






--



mídia 3


A cascata mais ridícula do ano

Romperam todos os limites.
Assista, pouco mais de um minuto:

https://www.facebook.com/william.silveira.1420/videos/vb.100003534086051/1023065964487863/?type=2&theater

-



DÉBORA EM BELO HORIZONTE - Prestes a comemorar três anos no ar, o SBT Esporte sempre com uma cobertura próxima dos clubes e dos telespectadores nos principais campeonatos, e agora é a vez de acompanhar a final da Copa do Brasil junto com o Grêmio, em Belo Horizonte. Amanhã, Débora de Oliveira estará em campo na cobertura desse jogo tão esperado pelos tricolores, com reportagens especiais, muita emoção e informação para aqueles que estão sempre na arquibancada do SBT Esporte.
O SBT Esporte vai ao ar logo após o SBT Rio Grande, às 11h40min, no SBT RS.
-
SBT CRESCE EM OUTUBRO - O SBT RS conquistou crescimento de 9% na média das 24 horas de programação entre janeiro e outubro, além da vice-liderança na média anual. A emissora também segue na vice-liderança na faixa da manhã, com 2,7 pontos de audiência e média 11% superior a principal concorrente, que ficou com 2,4 pontos. No horário nobre, a emissora alcançou acréscimo de 14% no comparativo com o mesmo período do ano anterior. E na faixa da madrugada, o SBT RS registrou crescimento de 3%, permanecendo na vice-liderança isolada com 1,7 pontos em audiência, contra 1,1 da terceira colocada.
Na programação local, o SBT Rio Grande segue na vice-liderança com 3,9 pontos de audiência e 9,0% de share, contra 3,2 pontos da principal concorrente. Já o SBT Rio Grande 2°edição apresentou um progresso de 4% em participação e fechou o mês com 4,4 pontos de audiência e 6,8% de share.
O Anonymus Gourmet obteve um crescimento de 8% em audiência e 23% em participação, quando comparado ao mesmo período do ano anterior. O programa segue na vice-liderança com 3,7 pontos de média e 8,3% de share, contra 3,0 da terceira colocada. E o programa MasBah também mantém a vice-liderança em outubro, registrando 3,9 pontos de média e 8,8% de share, contra apenas 1,8 pontos da principal concorrente.
-
NARRADOR ESCONDIDO - Ontem, para fingir que o narrador de futebol de uma rádio estava no estádio onde acontecia Inter e Corinthians, a gerência de jornalismo escondeu durante todo o dia o dito. Ele apareceu na TV, minutos antes do jogo, para concretizar a cascata. Chegou em carro discreto e de óculos escuros. HAHAHAHA!!!!
-

ELES ESTÃO TOMANDO CONTA!!

REFORÇO

Fênix 22/11/2016 | 07h57

Operação cumpre 170 mandados de busca e prisão em operação contra tráfico de drogas no RS


-

CERTO, PODIA SER UM TRANSEXUAL

Adélia Sampaio, cineasta e mulher negra, é detida no Aeroporto Salgado Filho

-

?????????????



-

CUMÃ?

Grupo trabalho promove restauro de obra esculpida em rocha em Orleans



--



porto alegre abandonada



Declarações de óbito em Porto Alegre



O Ministério Público Estadual (MP) propôs ontem um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para regular a declaração de óbito em Porto Alegre. O tema foi tratado em reunião entre a Promotoria de Justiça de Defesa dos Direitos Humanos, o Sindicato Médico do RS (SIMERS), a Secretaria Estadual da Saúde, a Secretaria Municipal da Saúde e a Procuradoria-Geral do Município em uma das unidades do MP.
O Sindicato Médico levou ao MP a falta de estrutura para fazer a constatação de óbitos que ocorrem principalmente nas residências. Sem equipe exclusiva para isso, médicos e demais funcionários de emergências e postos de saúde precisam dar conta da demanda em serviços ja sobrecarregados. Para a busca de uma solução, o SIMERS também apresentou sugestões de como estruturar a Equipe de Verificação de Óbito (EVO), capaz de cumprir a tarefa que até então foi cumprida pelo DML
-
O TAC será analisado pelas entidades e órgãos públicos. Nova reunião foi marcada para 2 de dezembro. A expectativa é de firmar o Termo de Ajustamento. O SIMERS informa que a proposta contém 16 cláusulas que tratam dos casos de óbito de pessoas sem identificação em unidades de saúde, de mortes sem violência na residência do falecido e de ocorrências fatais em vias ou locais públicos. O documento do MP determina que a prefeitura será responsável por indicar a equipe que prestará o serviço. A Secretaria Estadual da Saúde se comprometeu a repassar recursos para a aquisição de carro fúnebre, além de disponibilizar um local para armazenamento provisório dos corpos e realização de procedimentos relacionados à emissão da declaração de óbito.
-
A vice-presidente do SIMERS, Maria Rita de Assis Brasil, que esteve na reunião desta segunda, explica que a entidade quer contribuir com o TAC, “resguardando a atividade dos médicos e garantindo a assistência da população”. Segundo ela, foi proposto o remanejo ou contratação pela prefeitura de Porto Alegre de quatro médicos para exercerem a tarefa, com carga horária semanal de 20 horas (10 horas desempenhadas de segundas a quintas-feiras e as outras 10 horas entre sexta e domingo, com revezamento entre os profissionais). Além disso, a prefeitura ficaria responsável por assegurar três funcionários, com carga horária semanal de 30 horas, para a preparação dos falecidos.
O SIMERS também solicitou que o Estado ceda uma estrutura física para a montagem do serviço, que pode ser uma área no prédio do Departamento Médico Legal (DML). A indicação foi incluída no TAC, na cláusula que trata desse aspecto. “Apresentamos ao MP uma proposta clara e factível de criação de uma equipe enxuta para realizar o serviço. Nossa intenção é que os médicos não sejam retirados da assistência em emergência e postos para fazer as verificações de óbito”, destacou Maria Rita.



--



dúvida





--



exxxportivas


Do jornalista Leonardo Meneghetti

O sujeito que cuida do marketing nunca trabalhou com marketing.
O diretor de mídia era, de fato, cirurgião plástico.
O gerente de categoria de base era, de fato, gerente de banco.
O vice jurídico era...bem, este que se entenda com a justiça.
O vice de futebol completamente neófito.
O executivo de futebol foi embora e não foi reposto.
O líder do time foi embora e não foi reposto.
Os dois atacantes foram embora e no meio do ano chegou um grandalhão.
O melhor zagueiro foi embora e meses depois chegou o reserva do reserva de outro clube.
E acham que estão realizando um bom trabalho?
A conta chega.
-
Como o Meneghetti é um diplomata faltou ele relacionar a bandidagem que só pensa em comprar e vender jogadores. Estão cada vez mais ricos.



--



mídia 4


É hoje!


A grande festa da imprensa gaúcha, a entrega dos troféus de melhores do ano da 17ª edição do Prêmio Press é hoje, no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa, com um coquetel para convidados que se inicia às 19 horas, seguido da premiação a partir das 20h15min.
O Troféu Sistema Fiergs Homenagem Especial vai ser duplo neste ano, com dois destaques que têm a ver com o mesmo fato. A primeira homenagem será feita à FAMECOS-PUC pelos seus 50 anos de fundação, período em que formou mais de 5 mil jornalistas. Ela será seguida por uma homenagem in memoriam ao professor e diretor da faculdade por várias décadas, Antoninho Gonzalez, cuja morte completou 20 anos em 2016.
-
Já o Troféu Advertising, que destaca o apoio de empresas anunciantes aos veículos de comunicação, será entregue ao empresário Clovis Tramontina, presidente da empresa de cutelaria de Carlos Barbosa. A Tramontina foi fundada há 105 anos, produz cerca de 18 mil itens, comercializados para mais de 120 países, tendo 8 mil colaboradores. Clovis é seu presidente há 24 anos.
O Prêmio Press 2016 tem o patrocínio do Sistema FIERGS, Sistema FECOMÉRCIO-RS, CIEE-RS, SICREDI, SINDUSCON e STICC e conta, ainda, com o apoio do SBT-RS, da ABAP-RS, da KRIM BUREAU e da ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO RS.

Relação Finalistas
ESTAGIÁRIO DE JORNALISMO DO ANO – Troféu CIEE-RS
- Catharina Signorini - Jornal do Comércio
- Eduardo Pinzon - TV Record
- Guilherme Chaves - Rádio Band 
- Matheus Moraes - Jornal Diário da Manhã/ Passo Fundo
- Yasmin Luz - Rádio Gaúcha

REPÓRTER DE RÁDIO DO ANO – Troféu STICC
- Bruno Ravazzolli - Rádio Band
- Cid Martins - Rádio Gaúcha
- Lucas Rivas - Rádio Guaíba
- Mateus Ferraz - Rádio Gaúcha
- Voltaire Porto - Rádio Guaíba

REPÓRTER DE TELEVISÃO DO ANO
- Luciane Kohlmann - SBT
- Jonas Campos - RBS TV
- Leo Saballa Junior - RBS TV
- Paloma Poeta - TV Record
- Ticiano Kessler – Band TV

REPÓRTER DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Sistema FECOMÉRCIO-RS
- Carolina Hickmann - Jornal do Comércio
- Humberto Trezzi - Zero Hora
- Luciamen Winck - Correio do Povo
- Renato Dorneles - Diário Gaúcho
- Roberta Mello - Jornal do Comércio

COLUNISTA DE JORNAL/REVISTA DO ANO – Troféu Fernando Albrecht
- Claudia Laitano - Zero Hora
- David Coimbra – Zero Hora
- Marco Antonio Birnfeld - Jornal do Comércio
- Paulo Germano - Zero Hora
- Taline Oppitz-  Correio do Povo

COMENTARISTA DE TELEVISÃO DO ANO
- André Machado – Band TV
- Carolina Bahia - RBS TV
- José Antonio Pinheiro Machado - SBT
- Mauricio Saraiva – RBS TV
- Nando Gross - TV Record

COMENTARISTA DE RÁDIO DO ANO – Troféu Ruy Carlos Ostermann
- Adroaldo Guerra Filho – Rádio Gaúcha
- Carlos Guimarães – Rádio Guaíba
- Gustavo Fogaça - Rádio Gaúcha
- Luiz Carlos Reche – Rádio Band
- Nando Gross – Rádio Guaíba

APRESENTADOR DE TELEVISÃO DO ANO – Troféu SICREDI
- Carla Fachim - RBS TV
- Daniela Ungaretti - RBS TV
- Débora de Oliveira - SBT
- Lúcia Mattos – Band TV
- Simone Santos - TV Record

APRESENTADOR DE RÁDIO DO ANO
- Daniel Scola - Rádio Gaúcha
- Milton Cardoso - Rádio Band
- Rafael Marconi - Rádio Pampa
- Rogério Mendelski – Rádio Guaíba
- Stephany Sander - Rádio ABC 900/NH

JORNALISTA DE WEB DO ANO
- Demian Diniz - www.blogdodemian.com.br
- Eduardo Pires - www.onzefutebol.com.br
- Jairo Kuba - www.rdgalera.com
- José Luiz Prévidi - previdi.blogspot.com.br
- Ricardo Wortmann - cornetadorw.blogspot.com.br

REPÓRTER FOTOGRÁFICO DO ANO
- Alina Souza - Correio do Povo
- Freddy Vieira - Jornal do Comércio
- João Mattos - Freelancer
- Itamar Aguiar – Agência Freelancer
- Robson Alves - Brigada Militar

REPÓRTER CINEMATOGRÁFICO DO ANO
- Emanuel Da Ros - RBS TV
- Gerson Paz – TV Record
- Hugo Ramires - TV Record
- Marcelo Theil - RBS TV
- Tiarles Martins – RBS TV

LOCUTOR/APRESENTADOR DE NOTÍCIAS – Troféu Milton Ferreti Jung
- Arthur Chagas - Rádio Gaúcha
- Fernando Zanuzo – Rádio Gaúcha
- Marcelo Coelho - SBT
- Maria Luiza Benitez - Rádio Guaíba
- Sinara Félix – Rádio Guaíba

JORNALISTA DESTAQUE DO INTERIOR – Troféu SICREDI
- Dalcira de Oliveira - Rádio Fandango/Cachoeira do Sul
- Halder Ramos - Correio do Povo/Gramado
- Lisiane Sackis - RBS TV/ Santa Rosa
- Lourenço Graiz - Jornal De Fato/Nova Santa Rita
- Rodrigo Giacomet - Rádio ABC 900/Novo Hamburgo

MELHOR PROGRAMA DE RÁDIO DO ANO
- Esfera Pública - Rádio Guaíba
- Pampa na Noite - Rádio Pampa
- Rádio Livre – Rádio Band
- Repórter Bandeirantes - Rádio Band
- Timeline - Rádio Gaúcha

MELHOR PROGRAMA DE TELEVISÃO DO ANO
- Atualidades Pampa – TV Pampa
- Balanço Geral - TV Record
- Jornal do Almoço – RBS TV
- Os Donos da Bola - Band TV
- Rio Grande no Ar – TV Record

JORNALISTA DO ANO (Grand Prix) – Troféu SINDUSCON-RS
- Alexandre Mota - TV Record
- Daniel Scola - Rádio Gaúcha
- Milton Cardoso - Rádio Band
- Patricia Comunello- Jornal do Comercio
- Rosane Marchetti - TV Globo



--



piadinha


Para quem não pega ninguém